Trekking em Cinqueterre

vernazza-a-preferida.jpg
Vernazza, a preferida do Gira Mundo

Apesar de todos os vilarejos que compõem a Cinqueterre serem facilmente alcançados por trem (há uma estação em cada vilarejo), a forma mais interativa de percorrer a Cinqueterre é a pé. Não existe passeio melhor para quem aprecia uma caminhada leve.

A trilha que percorre o Parque Nacional foi batizada de Via dell´Amore e pode ser feita por qualquer um que tenha o mínimo de condicionamento físico e goste de trekking leve.

via-delamore.jpg

Eu acho mais bacana fazer o percurso do fim para o começo, porque as três vilas do final ficam mais próximas entre si, então você começa o dia andando menos e vendo mais e, se resolver desistir, já terá percorrido o trecho mais interessante da Via.
No nosso caso, pegamos o trem em Rapallo direto para Rio Maggiore, a última parada do trem que percorre a Cinqueterre (o trem no sentido contrário vem de La Spezia e, então, Rio Maggiore será a primeira parada. Entretanto, como o fluxo de turistas é bem maior a partir de Levanto, Rapallo e Gênova costuma-se dizer que Rio Maggiore é a última parada).

via-delamore-iii.jpg

Rio Maggiore é bem íngreme. A vista do mar dali, bem alto, é linda. A Via dell´Amore começa (ou termina) ali, bem pertinho da estação do trem. No início é bem organizada, com proteção, informações, placas, etc. Ao longo do caminho, a Via vai ficando um pouco menos sinalizada, mais radical (!) e, em alguns momentos, vira apenas uma trilha entre pedras. Ainda assim, não dá para se perder, o trecho completo é movimentado e basta seguir o caminho junto ao mar que não tem erro. Uma hora ou outra você chega à próxima vila.

manarola-aproximando.jpg
A primeira visão de Manarola

A interação com os outros andarilhos é bem legal. O espírito coletivo dos viajantes aflora, todo mundo se oferece para tirar foto para todo mundo, informa como está o caminho à sua frente, quanto tempo até a próxima “terra”, troca dicas, muito bom. Achei muito legal as famílias que levam as crianças pequenas na trilha para caminhar. O pai precisa ser bem disposto para carregar as crianças em alguns trechos quando os pequenos se cansam mas, de maneira geral, achei um belo programa para famílias.

manarola-barco-partindo.jpg
Manarola

Manarola, a próxima parada, fica bem próxima de Rio Maggiore, uns 30 minutos de caminhada leve. É uma ótima parada para um “gelato”, um café, descansar um pouco. Sua disposição é perfeita para apreciar o mar. A vista mais legal do próprio vilarejo é a partir da continuação da trilha que segue para a próxima parada: Corniglia. Até lá, leva-se cerca de 1 hora.

corniglia-ii.jpg
Corniglia, lá do alto da trilha

Importante é não esquecer de comprar uma garrafinha de água antes de começar cada trecho da trilha.

Corniglia é bem densa, cheia de becos onde não é difícil se perder. Fica numa pequena península, mas não chega a cair sobre o mar. Quem vem de barco tem um longo percurso escada acima para chegar ao centrinho. É interessante que a partir do vilarejo não é muito fácil encontrar o mar com os olhos. Ainda assim, muita gente vai te falar que Corniglia é a mais encantadora das Cinqueterre. É linda mesmo, mas a minha favorita é próxima.

corniglia-e-manarola-ii.jpg
Corniglia e Manarola, na mesma foto. Lindas!!!

Vernazza é, na opinião deste que vos escreve, a mais linda das Cinqueterre. E eis aqui um dilema: o trecho entre Corniglia e Vernazza da Via dell´Amore é um pouco mais longo que os anteriores e tem trechos bem íngremes. Pode ser um pouco cansativo. É lógico que o visual é incrível lá de cima, mas se gasta fácil 1 hora e meia de caminhada. Talvez o mais indicado (e o que eu não fiz) seja tomar um barco em Corniglia até Vernazza e apreciar um pouco da paisagem a partir do mar mas, se você fizer isso, você não vai encontrar Vernazza através do ângulo que vimos ao chegar através da trilha. A vista que está na primeira foto deste post foi a que me deixou completamente extasiado por Vernazza e certo de que a caminhada valeu a pena. Simplesmente espetacular! Chegamos à Vernazza no meio da tarde de um sol lindo. Ficamos ali, bebericando espumante, tomando café, sorvete, molhando os pés no mar, que delícia… Nós já estávamos muito satisfeitos e não queríamos mais nada.

vernazza-chegando-pela-trilha.jpg
Vernazza

Eu sabia que o trecho até Monterosso era o mais longo e difícil. Foi consenso do nosso grupo (estávamos em 4 pessoas) topar cancelar a caminhada até Monterosso e nos esticarmos pelos cafés de Vernazza até que o sol baixasse.

Se eu voltasse a Cinqueterre hoje e tivesse mais um dia, eu seguiria o conselho da colega blogueira Carla e iria até Portovenere que parece linda e é acessível por barco a partir de qualquer dos 5 vilarejos, mas continuaria pulando Monterosso.

About these ads

37 Respostas para “Trekking em Cinqueterre

  1. Se der passo lá nesse verão e levo seu post, o da Carla e o do Riq como guia!

    Abs!

  2. Jorge, Vernazza também foi consenso entre a minha família. Amaram a vila e almoçaram em um lugar lindo, com uma super vista.

  3. JORGEEE parabéns pela Clara ! Que felicidade !!

    Estamos indo pro Lago Maggiore no fim de julho, alugamos uma casa la por 2 semanas, sera a primeira viagem do meu baby !!!

    Beijooo

  4. Manarola y Vernozza ¡Qué vértigo!, pero ¡qué lindo!!!!
    ¿Os deja dormir por las noches el bebé? o a salido viajera y le gusta pasear pasillo arriba y pasillo abajo.

  5. Jorge, perdona pero es: “o ha salido viajera”, me comí la hache, imperdonable.

  6. Jorge, eu também amei Vernazza! Mas a minha viagem foi um pouco diferente do que tradicionalmente se faz em Cinqueterre… Eu saí de Gênova de catamarã, com paradas em San Fruttuoso, Vernazza, Manarola e Portovenere, voltando para Gênova no fim do dia – idéia da minha prima e do marido italiano dela… ;-)

  7. Jorge:
    Muito ótimo !
    Eu amei demais as 5 terras, mas fiz tudo diferente.Ficamos 4 noites em Levanto s.p.
    Trem todos os dias parando onde dava vontade e a unica ” trilha” ( que não é trilha) foi a via del amore; muitas paradas em restaurantes e cafés
    fizeram destes dias um descanso perfeito.
    Faria de novo tudo igualzinho ( slow trekking
    rsrsrs )

  8. Carmen, a Clara tem sido bem boazinha conosco. Ela come muito bem e dorme em seguida, repetindo esse ritmo ao longo do dia e noite a cada 3 ou 4 horas. Hoje ela ganhou nota 10 do médico. Estou orgulhosíssimo.
    A mamãe dela anda cansada e estou tentando colaborar no que é possível.
    Seguindo a genética do pai e da mãe, ela será uma viajante contumaz!

    Dani G: vc terá um menino ou uma menina? qual o nome? Que beleza de viagem hein! Parabéns!

  9. JORGEEEEE, sem palavras, só isso…

    Gravei aqui essa página, pra setembro, quem sabe…

    Loucura, loucura, loucura!!!

    Grande abraço, e beijo na Clarinha ;)

  10. Jorge, beijos muitos doces pra Clara.

  11. Jorge
    Uma pena, mas apenas “passei” pela região… Vou ver se consigo convencer meus companheiros de viagem a dar uma esticadinha dessa vez…
    A Clara, que fofurinha!!!
    beijos

  12. Jorge,

    Não conheço essa região, que linda !! e que fotos !
    Quer dizer que a princezinha está se comportando muito bem. Beijocas nela,
    Majô

  13. Jorge, posta uma foto da Clara pra gente conhecer, vai… ;-)

  14. Jorge,

    Pelo que entendi um dia é suficiente para conhecer toda a Cinque Terre. É isso mesmo? Pergunto porque estarei em Florença e queria saber se dá para ir de trem e voltar ou seria melhor passar uma noite em Vernazza. Pergunto isso porque depois irei para Veneza e de Florença é bem mais fácil…

    Ah, e por onde é melhor ir, Levanto ou Rapallo?

    Abraços e obrigada!

  15. Adriana,

    Um dia é suficiente sim, mas acho que sair de Florença e voltar no mesmo dia fica puxado. É perto, mas não tanto assim. Vá até Rapallo num final de dia, durma lá e no dia seguinte, pegue o trem cedinho para Cinqueterre. Eu acho Rapallo mais simpática. Levanto é mais perto, mas são 10 ou 15 minutos de trem apenas que vc economizará. No final do dia, vc decide se quer dormir em Rapallo ou se quer voltar para Florença ou de repente, seguir para Veneza.

  16. Caro Jorge,

    estarei no final de outubro/07 em Florença, de carro, gostaria de conhecer Pisa e obviamente esta Cinqueterre, Não é viável ficar em um Hotel em La Spezia e conhecer de trem esta região? Pergunto isso porque você recomendou ficar em Rapallo ou Sta Margarita.
    Aguardo resposta

  17. Loiziana,

    Sim, para a sua viagem, La Spezia é a base perfeita. Eu recomendei Rapallo e Sta Margherita porque eu vinha do da região Norte, mas pra você vai fazer todo o sentido. Não deixe de voltar aqui pra contar como foi…

  18. Jorge Boa noite , estou planejando uma viagem a Itália , começando de Milão e descendo para a Cinque Tierre e irei de carro , me assustei quando você comenta que não acessa com automóvel , pergunto , onde é mais fácil largar o veiculo , será na base , mas em qual cidade ?
    grato pela sua atenção.
    Gilberto Dias

  19. Gilberto, procure um hotel com garagem em Rapallo ou Santa Margherita Ligure e faça os passeios às terre de barco ou trem. Você não vai sentir falta alguma de carro pra passear em Cinqueterre. E acredite, o especial do lugar é justamente esse “isolamento”. Boa viagem! Será sua primeira viagem à Itália?

  20. queria ter a mesma sorte que a sua conhecer lugaes lindos como estes..

  21. quanto vc axa que eu gastaria pra ir numa viajem dessa?

  22. Boa noite Jorge,
    estarei em Florença por 6 dias. Vc recomenda uma ida de carro até Riomaggiore, deixar o carro lá, pegar um trem até Vernazza, voltar de trem, pegar o carro e retornar pra Florença no mesmo dia? Vale a pena? Ou sugere algo mais bacana e prático? Obrigado pela dica.

  23. Oi Jorge. Agora que notei sua dica pra Adriana. Emfim, estando de carro e hospedado em Prato(perto de Florença) vale uma ida até a região indo e voltando no mesmo dia? nem que seja em uma ou outra cidade do Cinqueterre? ABRAÇO.

  24. Ítalo, eu não faria isso, não. Apenas se for um sonho muito, mas muito grande e você não achar que vai poder voltar à Itália nos próximos dez anos. Acho muito cansativo e há tanto para se ver na região de Florença, não valeria o deslocamento para mim.

  25. Jorge, chego de Milão e meu destino seguinte é Sorrento. Onde vc recomendaria ficar na Ligúria: Portovenere ou Rapallo?

  26. Dois dias em Cinqueterre é muito?

  27. Em Cinqueterre dá para aproveitar praia? Mergulhar? Ou o clima é de fazer caminhadas e ver de cima?

  28. Dois dias não são muito, não. Dá para curtir bem, sem correria.

    Joana, para aproveitar praia, o Brasil é melhor.

  29. Ola, Jorge!! Que delicia ficar lendo as experiencias de viagens!! Amo isto!
    Moro atualmente na Alemanha e vou realizar meu sonhoi de conhecer parte da Italia agora em Outubro. Ja li e reli as infos, mas resumindo..Vamos direto de carro até Roma/Napoles, e depois volto parando nas cidades…Para Cinque Terre…é melhor ficar em q cidade ( La Spezia?) e indica algum Hotel bem gostoso para aproveitar a regiao??
    Vcs sao DEZ! Tudo o q vemos e sentimos nestas viagens sao tesouros q ninguem tira de nos, nao é??
    abc

  30. Muito bom o seu post, usamos para estudar bem a região antes da viagem. Simplesmente inesquecível, eu e minha esposa ficamos o mínimo na região (4 dias em meados de Setembro) o que deu tempo de pegar praia em quase todas. A 2a. praia de Monterosso é linda e uma nadada na praia de Corniglia é inesquecível. Portovenere é um must, talvez o melhor da viagem, com restaurantes e caminhadas deslubrnates. O trajeto de barco de lá até a Cinqueterre, num dia de sol, é imperdível. Valeu.

  31. Simone, suas melhores opções são: Portovenere, Sta Margherita Ligure, Rapallo ou La Spezia. Procure um hotel para vc no http://www.italyby.com ou no http://www.venere.com . Ambos oferecem boas opções para vc.

    Bernardo, eu preciso fazer essa viagem de novo para visitar Portovenere. Se eu já tivesse o blog naquela época, eu não teria cometido essa façanha de não visitá-la. Obrigado.

  32. Olá Jorge, estou querendo fazer este caminho agora no meio de novembro, por favor, vc acha q o tempo neste periodo é legal? Muito frio? É seguro p/ eu ir sozinha?
    Obrigada desde já.
    Adorei suas dicas.
    Abraços

  33. Jorge,
    estarei em Gênova no final do ano, apesar do frio que deve ser passear na costa em dezembro, fiquei com vontade de ia a Cinqueterre.
    Minha dúvida é: Seguindo sua dica, dá pra ir, em um dia, saindo de Gênova direto pra Rio Maggiore e percorrer as cinco vilas retornando no fim do dia pra Gênova?
    Agradeço a atenção
    E parabéns pelo blog!

  34. Jorge
    Eu e meu marido estaremos em cinque terre no final de junho. A dúvida é se saimos de Milão de trem ou de carro. De lá ficaremos em Cortona por uma semana (alugamos um apto). Em seguida iremos para Civitavechia onde faremos Ilhas gregas num cruzeiro de 11 dias. Gostaria de sua opinião. Um abraço e obrigada.
    Leda Maria

  35. Jorge,
    que delicia… o que li aqui, tinha me convencido a fazer tudo mais lentamente, mas lendo suas caminhadas, tenho certeza de que como boa fã de caminhada… vou fazer como você…
    estarei vindo de Como e acho que Rapallo é melhor do que La Spezia, onde estava vendo antes… farei a rota da maneira como vc descreveu, até porque sempre podemos deixar Monterosso para lá…(rs).
    o que vc acha que vale a pena somar a essas maravilhas ? Portofino ou Portovenere ?
    obrigada pelo lindo blog.
    te aguardo,
    Renata

  36. Adorei seu post! Sua experiencia foi totalmente diferente da minha (Não menos maravilhosa ). Muito bom relembrar tudo! Talvez um dia eu volte e faça todas as trilhas. Quer ver o post que fiz?

    http://travelforever.com.br/2012/03/28/1-2-3-4-5-terre-italia-le-cinque-terre/

    bjo

  37. Oi, Jorge!!! Adore planejar viagens e estou planejando minha visita a Cinque Terre. Seu blog me ajudou a desmistificar bastante coisa sobre esse lugar! Achei que fosse necessário reservar um bom período para conhecer esse lugar, mas pelo que vi será bem rápido! Vou estar indo de Saint Tropez. Mesmo assim, você acha melhor comecar ao contrário? De Riomaggiore? Se sim, não consegui entender como chego até lá? De trem? E se optar a ir na cidade que vc indicou (PortoVenere), pego um barco de Riomaggiore vou até lá e dps volto e comeco a Via Del Amore?
    Muito obrigada!
    PS: sabe indicacao de onde ficar em Saint Tropez sem ser absurdamente caro???

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s