Travessia Lençóis-Jeri: de São Luís ao Caburé

lencois-post-ii-foto-ii-sobrevoo-ii.jpg

Começando com São Luís

Eu fiquei com vontade de abrir um longo parêntesis antes de começar a falar dos passeios nos Lençóis Maranhenses.

Abre parêntesis
(Boa parte dos que viajam aos Lençóis aproveita para conhecer a capital do MA, o que faz todo sentido. São Luís é a base de toda a região. Porém, já ouvi diversos relatos de decepção com esta capital que, para mim, é muito especial.
São Luís é a capital de um Estado que tem uma cultura popular regional muito forte. Tão característica quanto a cultura gaúcha, mineira ou baiana, mas muito menos conhecida. A cultura maranhense não pode ser comparada com o que se conhece da parte mais oriental do Nordeste em PE, PB, RN, AL, CE, por exemplo. No Maranhão, os ritmos, os sabores, a cultura popular, as tradições, tudo é bem peculiar e só por isso eu já havia gostado do MA antes de ir.
Para gostar de São Luís, você precisa saber de tudo isso e se livrar de todos os conceitos formados em suas visitas às outras capitais nordestinas. Se você fizer esta viagem dos Lençóis sem completar a travessia até o Ceará, o que menos você curtirá serão praias, então, alinhe suas expectativas.
São Luís é a própria transição do Norte com o Nordeste. É uma pena que antes mesmo de eu nascer já haviam retirado dos livros e do mapa político do Brasil a referência à região Meio Norte que englobava o Piauí e Maranhão. O clima, o ambiente físico, a vegetação e a cultura desta porção entre Piauí e Maranhão constituem um trecho de transição entre o NE e o Norte.
Na verdade, o mapa político mudou, mas a geografia não.
Resumindo, se você não apreciar o tambor de crioula, não gostar de ver o boi bumbá, nem se interessar pela história da colonização francesa e portuguesa de São Luís ou ainda, não entender o clima, as marés, não provar o Guaraná Jesus e não conhecer os hábitos dos ludoviscenses, você vai me falar que achou São Luís fraquíssima, coisa que já ouvi de muita gente que não observou que a capital do Maranhão não tem o objetivo de oferecer o que Maceió tem de melhor.

Bom, se você é do tipo que presta atenção aos detalhes ou se você, numa eventualidade, dormir no saguão do aeroporto Tirirical, como eu fiz esperando pela van que me levaria à Barreirinhas, você vai ver que os maranhenses dão esse recado para você logo na chegada. Você nem vai poder dizer que eles não te avisaram.
A História está ali registrada em azulejos no desembarque do aeroporto. :) Para todo mundo ver!
) fecha parêntesis.

lencois-post-ii-foto-aeroporto-de-sao-luis.jpg

A alta temporada

Assim como na Amazônia, o clima do MA é definido conforme a temporada de chuvas, sendo o inverno o período de chuvas e o verão, o período seco. Chove durante todo o primeiro semestre e as chuvas cessam um pouco antes do início das festas juninas que marcam o início da alta temporada do MA. É nessa época que começa a alta temporada: seca e com muito sol. O pico do verão em São Luís é em julho. Tempo em que todos os maranhenses que vivem em outras bandas querem voltar e se reencontrar. É a temporada das festas de rua e quando a capital fica mais agitada.
Preciso dizer que é quando a temporada de chuvas termina, deixando as lagoas do Parque Nacional cheias de água, que começa o melhor período para visitar os Lençóis? Então, por todos os motivos, vá aos Lençóis em junho ou julho. Dá para ir um pouco antes ou um pouco depois também, mas aí será melhor ligar para as agências locais e perguntar como está o nível das lagoas, como anda a temporada de chuvas, etc. Em tempos de aquecimento global, tudo pode acontecer. :(
lencois-post-ii-foto-i.jpg

Chegando a Barreirinhas

Não tem jeito. Barreirinhas, apesar de ser uma cidade nada atraente, é a principal base para visitar os Lençóis. Não dá para escapar.
Na nossa viagem, passamos direto por São Luís que já havíamos visitado e tomamos uma van direto do aeroporto para Barreirinhas. Funcionou super bem, é muito barato, a van é refrigerada (leve um casaco), mas foi um pouco cansativo, pois aterrisamos por volta das 2 e meia da madrugada e esperamos até quase 6 horas da manhã pela nossa van no saguão do aeroporto. Passamos o resto da noite ali no saguão, nós e um senhor com alguns pássaros que esperava um ônibus para uma cidade do interior.
Dá para fazer melhor que isso. Minha sugestão é tentar o que eu tentei, mas não consegui, pois viajamos um pouco antes do início da alta temporada, que é tentar um vôo entre São Luís e Barreirinhas com as empresas de táxi aéreo locais.
Fazendo esse percurso de avião você já economiza aquele que é o passeio mais incrível: o sobrevôo dos Lençóis. Você já chega boquiaberto com a paisagem. É impossível não sobrevoar o Parque quando se chega de São Luís. O lado ruim é que o preço só fica viável se você conseguir montar um grupo de 6 pessoas.

lencois-post-ii-foto-i-capa.jpg

O que esperar

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses acaba numa longa faixa de praia junto ao Oceano, mas nem por isso você deverá pensar em praias. Barreirinhas, para dar um exemplo, está a quase 50kms do mar.
O encanto dos Lençóis está nas suas centenas de lagoas formadas pela água que cai com a regularidade das chuvas da primeira metade do ano em meio a um mundo de dunas. Dá para imaginar um lugar assim? Não é um deserto, não é um mangue, não é uma lagoa só, não é…. não é nada igual. Você nunca viu nada igual e pronto. Espere algo que você nunca viu na sua vida. É isso! Não dá para explicar.

Todos os passeios são ecológicos, com bastantes caminhadas e não há infraestrutura de apoio durante os passeios. Ou seja, você não vai descansar nos Lençóis. Não vai!!!
Aproveite para entrar numa lagoa sozinho. Aproveite para ouvir o mundo natural em silêncio. Você não conhece o que é silêncio até estar dentro de uma lagoa sozinho nos Lençóis Maranhenses. A experiência mais impressionante que tivemos foi poder ouvir minha mulher mexendo os pés na água de uma outra duna a 20m acima e uns 50m de distância. Ao mesmo tempo, ela ouvia o estalo do meu pé. Por estar longe do mar e muitas vezes protegido dos ventos pelas próprias dunas e lagoas, os Lençóis foram o primeiro lugar em que conhecemos o silêncio total num ambiente aberto, natural. Se o grupo que você estiver for grandinho, espalhem-se um pouco. Tem lagoa para todo mundo por ali. Distancie-se e aproveite.
Não há nenhuma foto que descreva a beleza dos Lençóis. Também não há outra paisagem no mundo igual ou mesmo parecida com essa. Precisa de mais algum motivo para conhecer este lugar?

Hospedagem

Se puder, fique no Porto Preguiças Eco Resort em Barreirinhas. Fica 1km distante do centro da cidade e é muito confortável. De longe, a melhor opção da região, com o melhor restaurante. Um recanto em harmonia com a natureza do lugar. Nós adoramos a piscina com fundo de areia. Em Atins e Caburé, é melhor perguntar para o pessoal da Ecodunas quem está com a melhor hospedagem. Os preços são parecidos e o padrão também. Tudo muito simples, mas muito simpático.

lencois-post-ii-foto-ii-sobrevoo.jpg

O sobrevôo dos Lençóis

Se você não conseguir chegar a Barreirinhas de avião, então não deixe de fazer o sobrevôo do Parque a partir do aeroclube de Barreirinhas. Vale cada centavo. O vôo dura 30 minutos, faz um calor danado dentro do aviãozinho e você pode ver de tudo. O piloto leva você até a foz do Rio Preguiças, sobrevoa Atins, Caburé, a faixa de praia do parque junto ao mar. É demais! Não perca! Nós fizemos o sobrevôo com o nosso próprio guia da Ecodunas. Havia sobrado um lugar no avião e pedimos ao piloto para levar o “gringo”: um rapaz quase brasileiro, mas americano de fato que é primo do Joca da Ecodunas e que se mudou para os Lençóis para ajudar o primo. Ele desceu tão boquiaberto como nós!

lencois-post-ii-foto-iii-super-duna.jpg

Santo Amaro do Maranhão

Eu não consegui ir, pois fomos em maio e ficou mais difícil de achar quem pudesse rachar o Toyota comigo até lá. Quem foi, garante que vale a pena. Eu acho que vale economizar e pagar para ir mesmo sozinho, faria isso na próxima.
Também acho que é mais fácil conseguir achar parceiros em Barreirinhas do que em São Luís para dividir o custo do passeio, embora Santo Amaro seja acessada por um desvio antes de Barreirinhas para quem vem da capital. Se você conseguir voar até Barreirinhas, vai ficar perfeito conhecer Santo Amaro a partir de lá.

lencois-post-ii-foto-v.jpg

Os passeios básicos: Lagoa do Peixe, Lagoa Bonita, Lagoa Azul

A ordem e a forma dos passeios dependerão muito do orçamento e da forma que você vai conseguir montá-los. Não dá para fazer passeios-solo nos Lençóis, você sempre precisará de um guia e entrar num pequeno grupo para dividir os passeios. Alguns passeios mais tradicionais têm preço fixo independentemente de quantas pessoas eles conseguirem juntar, então aproveite para diminuir os custos com os passeios básicos. Fora da alta temporada, não é difícil pagar meros R$20,00 e se dar conta de que o passeio será praticamente exclusivo. Aconteceu no nosso caso duas vezes. Prefira os passeios da tarde que ficam até o por do sol, pois é muito mais confortável caminhar nas dunas com o sol baixando e os grupos costumam ser menores.
Outra dica é aproveitar os grupos pequenos e pedir ao guia para mostrar lugares menos tradicionais. Se o grupo estiver bem pequeno, é bem mais fácil para o guia te mostrar alguns trechos incríveis desviando um pouco da trilha tradicional até a Lagoa do Peixe, por exemplo. Vale a pena, especialmente se você não tiver conseguido ir até Santo Amaro.

lencois-post-ii-foto-iv.jpg

Rio Preguiças

É legal, mas não se compara a nenhum passeio nas dunas. O melhor é a parte final em Atins e Mandacaru. O por do sol em Atins é o máximo e dormir lá é uma ótima opção como já destacou o Ricardo Freire, o guru. Eu também faria isso na próxima.
Eu dormi em Caburé e adorei a sensação de estar totalmente isolado no mundo. Quando o gerador é desligado, o céu mostra todas as estrelas que alguém que mora na cidade grande nem lembrava que existiam. Espetacular!!! Dormir em Atins pode ser mais pitoresco do que em Caburé, mas se você pretende seguir a travessia até o Delta do Parnaíba pela praia, saiba que você vai precisar dormir em Caburé e acalme-se, isso não é ruim não. Caburé é muito legal.

No próximo post, eu continuo de Caburé à Ilha do Caju.

49 Respostas para “Travessia Lençóis-Jeri: de São Luís ao Caburé

  1. Parabens pela materia, de mto bom gosto e excepcionalmente bem escrita.

    Ja estou planejando minha ida pros Lençóis, e certamente basearei boa parte do meu roteiro nesta materia.

    Abraços.

  2. Parabéns mesmoo !!! Fantástico ! Fui aos Lençóis a uns 2 anos, foi inesquecível. Como vc falou nenhuma foto descreve a beleza daquele lugar, á palavra q mais se aproxima daquela realidade é LUNÁTICO….. pois é diferente de tudo q vc pode encontrar aqui nessa terra… Fui a Sto amaro e garanto q vale muitoa pena, só infra q deixa mto a desejar, aliás nao tem infra nenhuma, da pista a sto amaro vc pega uma trilha, da mais de uma hora de trilha pesaaaaaaada, daquelas de bater a cabeça no teto do carro…. mas vale a pena, ah, a pra entrar na cidade vc tem q atravessar literalmento um rio com o carro ou toyota, entao é bom procurar saber antes se a c cidade estar acessivel. Como estávamos em 4×4 seguimos a barreirinha pelos lencois, cruzamos ate a praia (o q nao é permitido oficialmente) e seguimos pelo litoral ate atins e de lá pra barreirinhas. Lindo passei mas mto cansativo. Ficamos tb em Caburé, ponto alto da viagem, lua cheia, venta como em nenhum outro lugar, esqueça o repelente, vc dosa o vento do seu quarto pelas janelas… lugar incrível… qto ao delta, parnaíba é simpática mas eu sinceramente acho q o Rio preguiçcas é mais bonito q o delta, se fosse pra refazer a viagem eu iria direto pra jeri, o q fica dificil pela distancia, talvez aviao, nao sei como se faria isso… no mais
    boas viagens

  3. Caraca Jorge!!! Tarda mas não falha, hein?! Show de bola a tua matéria, parabéns!

    Um abraço, Diogo.

  4. Las fotografías son estupendas, sobresalientes, sugerentes y cuando las ves te apetece darte un chapuzón (bañarte).
    Bonito viaje!!!.
    Ate logo.

  5. ¡Vaya viaje!. Sol y agua pura. Dan ganas de darse un baño y no salir del agua.
    Estupendas fotos y buen texto.
    Ate logo

  6. Prezado Jorge,
    Eu e o meu marido viajaremos dia 13/07, fazendo o roteiro: Brasília/Picos/Teresina/Parnaíba/Barreirinhas de carro (Astra). Ficaremos em Parnaíba até dia 22/07. Estamos com muitas dúvidas:
    Tem como fazer o seguinte roteiro:
    22 e 23/07 – Barreirinhas
    24/07 – Caburé
    25/07 – Atins
    26 e 27/07 – Santo Amaro
    28 – Brasília
    Chegando em Barreirinhas, para fazer esse roteiro, como faríamos com o nosso carro?
    Teríamos que deixar o carro em alguma cidade para depois retornar e seguir para Brasília?
    Você que esteve por lá tem como fazer uma avaliação para a gente? Precisando definir o nosso roteiro, como é mês de férias, estamos com receio de ter dificuldades para reservas de hotéis e passeios. Gostaria de poder contar com alternativas econômicas, se possível. O hotel Porto Preguiças está com a diária de R$295,00 (achei bem salgada). Li tudo no seu blog e no blog do Ricardo Freire e enviei e-mail para a Ecodunas (ainda sem retorno).
    Obrigada pela atenção,
    Wagner e Rosa

  7. Caro Jorge, ando completamente envolvido no trabalho e semtempo para nada.Passei aqui e me deparei com sta fabulosa reportagem e não poderia deixar de comentar. Tive que adiar minha viagem para Istambul e Dubai para agosto, mas acho que conseguirei 8 dias para uma escapada a Washington DC eNova York agora em fins de maio. Grande abraço! Felicidades a TODOS, especialmente pra mais novinha!

  8. Oi, Jorge! Como está a fofíssima Clara? Um mês…
    Eu não sei se você viu no tópico Dés-có-néc-ta-do, mas nós estamos marcando uma ConVnVenção em Sampa, na próxima quinta e o comandante achou uma boa. Vai ser na Mercearia da Pracinha, na Vila Nova Conceição.
    Que tal?

  9. Rosa,

    Obrigado pelos comentários e pela visita. Olha em Barreirinhas, afora o Porto Preguiças, o Ricardo Freire que é feríssima e turista profissional indica o hotel Rio Preguiças (98/3349-0425, ). Eu sei que vc já visitou o blog dele, mas eu destaco que o post que ele fez tem dicas para todos os bolsos. Veja lá se te ajuda.

    http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/04/30/de-sao-luis-a-fortaleza-pra-flavia/

  10. Mauricio, Netto, Diogo, Carmen, Arnaldo,
    Muitíssimo obrigado. Ando enroladíssimo com o trabalho, só hoje consegui vir aqui, atualizar o meu blog e agradecer os comentários de vcs. Obrigado!!!
    Emília, a idéia é ótima sim. Eu quero ir e acho que quinta feira tenho alguém que possa ficar com a Clarinha para nós. Assim, levo minha esposa para conhecer a turma toda. Legal.

  11. Rosa,

    Dá para ir de Parnaíba até Barreirinhas de carro por via asfaltada, mas prepare-se é muito, muito mais longe do que pela areia e estradas de terra, o que não dá para fazer no seu carro. Um desvio enorme! Para os passeios todos dos Lençóis vc vai precisar deixar o seu carro em Barreirinhas.

  12. Realmente Jorge, não há como descrever os Lençóis. E o silêncio é o que mais impressiona, principalmente nos Pequenos Lençóis (aqueles das margens do Rio Preguiças, mais alaranjados). Mas eu gostei muito da voadeira no Preguiças, parece Globo Reporter / NGC / Discovery. Em Barreirinhas fiquei na Pousada Buriti, também muito simpática, embora num nível um pouquinho abaixo do Porto Preguiças Eco Resort.

  13. Arthur,

    Estou ando louco para voltar aos Lençóis. Vc esteve em Sto Amaro. Minha mulher diz que viu na TV que a vila foi coberta por uma tempestade de areia!!!!

  14. Pingback: Na carona dos amigos « Viaje na Viagem

  15. sensacional sua matéria, aconselho pesquisar Barra do Corda- Ma outra maravilha do Maranhão.

  16. sensacional vc. entra exatamente em todos os detalhes do passeio “em detalhes”, realmente é verdade que tu descreve. Já estive por várias vezes em Barrerinhas, desde quando ainda o acesso era feito por estrada vicinal indo a passar em primeiro a Urbano Santos (MA). Sendo que Santo Amaro ficava totalmente isolado.
    Minha preocupação é exatamente isso, essas belezas podem ser destruídas pelo homem desde de quando ele passa a adimira-las e a explorar comercialmente.

  17. Estamos planejando uma aventura de maluco. Vamos de Moto…uma Tornado e uma Lander, Eu e meu futuro genro. Vamos sair de Camocim ate São Luis pelos os Lençois Maranhenses. Vamos a Pinheiro, atravessaremos no Ferry e Boty de onde seguiremos ate a Praia de Ajuruteua no estado do Para.

  18. Um pequeno percurso 45 km mais muita aventura. Saída de Camocim travessia de balsa ate a ilha do amor

  19. Um pequeno percurso 45 km mais muita aventura. Saída de Camocim travessia de balsa ate a ilha do amor. Praias lindas Humburanas, lagoa da torta, a duna do funil..tatajuba, travessia 5 minutos na pequena balsa em Guriú..praias …muita areia e ao longe Jery como e conhecida…se avista ao longe o Grande Serrote, antigo nome de Jericoacoara. Ai pronto e so beleza….uauuuuuuuuu

  20. Fala Luís, prazer em recebê-lo neste blog. Parabéns pela empreitada, sua aventura será demais. Bem mais comedido que vc, fiz esse percurso de 4×4 e eu nem era o motorista, hehehe. Aproveite bastente, vou dar uma conferida no seu blog. Um abraço,

  21. Jose Filho,

    Obrigado pelos comentários. Voltar ao Maranhão está nos planos da gente aqui. E com certeza vou conferir Barra do Corda sim. Valeu.

  22. ola…

    Gostaria que nos informasse..o que acha de visitar os lençois no fim de Novembro?
    pois estamos na duvida se vale a pena ir….

    Obrigada pela atençao

    Ana

  23. Ana, eu penso que as lagoas estarão bem vazias em novembro. Eu só iria se ligasse antes e soubesse com segurança de alguém do lugar se as lagoas estão mais cheias que a média. Novembro está na fase mais seca dos Lençóis.

  24. JUSCELINO FREITAS

    EM BARREIRINHAS NÃO HÁ AEROCLUBE, MAS HÁ A OPERATUR – EMPRESA ESPECIALIZADA EM VÔOS PARA OS LENÇÓIS MARANHENSES, A MESMA MANTÉM SEUS SERVIÇO FREQUENTEMENTE TODAS AS 2ª, 4ª E 6ª-FEIRAS EM AERONAVES TIPO MINUANO, PARA OS LENÇÓIS E TAMBÉM REALIZA VÔOS PANORÂMICOS SOBRE OS LENÇÓIS. ENTREM NO SITE: http://www.operatur.com.br

  25. nossa cara muito irradoo!!!!
    connheci la muito file
    na proximas ferias vou pra la denovo
    so!!!1

  26. nossa cara muito irrado la!!!!
    ja fui la…
    e pretendo i la denovo
    cara muito file

  27. Caro Jorge
    Entrei no seu blog para ver sua viagem às Cinque Terre, que farei ano que vem. Como vi uma pequena foto dos Lençóis e que era uma das viagens mais lidas resolvi conferir. Nasci em São Luís e apesar dos muitos anos fora, voltei para ter a qualidade de vida que sonhava… e encontrei. Hoje, os Lençóis são para nós um programa de fim de semana. Muitos tem casas ou apart em flats para poder descansar. Entretanto, apesar de já ter ido inúmeras vezes é impossível perder o encanto. Concordo contigo que ir à tarde é melhor, especialmente dia de lua cheia, quando se vê o por do sol de um lado e o nascer da lua do outro. É sensacional!!! Parabéns pelo texto claro, simples e emocionante.
    Grata. Rossana.

  28. Olá Rossana, obrigado pelo comentário. Agora fiquei com vontade de voltar para ver o nascer da lua!

  29. Excelente matéria. Nasci e sempre morei em são Luis e ir aos lençóis é um passeio frequente nos meus fins de semana e confesso que todas as vezes fico arrepiado quando chego as dunas. É um lugar mágico, sempre parece ser a primeira vez, é um passeio que vale a pena pra qualquer mortal.

  30. Olá, Jorge, sou jornalista, de Caxias, no Maranhão. Moro em São Luís há mais de 20 anos. Ano passado eu e meu marido fomos a Santo Amaroe ficamos extasiados. A sua matéria me impressionou bastante, pela clareza com que descreve a sensação de visitar esta região. Não é fácil expressar o que a gente ver por alí. Vamos voltar novamente pra fazer mais um trecho de Santo Amaro. Recomendamos.

  31. Boa tarde, por acidente cai no seu blog e seu “Abre parêntesis” sobre São Luis me prendeu. Sou ludoviscense e fiquei muito feliz em ver uma ótima materia sobre São Luis, como essa. É interessante mesmo falar com Barreirinhas não é o quintal da nossa ilha e que fica a 5 passos, como deixou parecer a novela global “Da cor do pecado”. Até eu que nasci aqui sou fascinado pelo sabor, pelas cores e sobre tudo pela história de Upaon-Açu (como era chamada pelos indios). Principalmente dos nossos encantados. Aproveito para deixar um Salve a Seu Joãozinho de Légua!
    Até mais

  32. Olá Jorge,
    Gostei muito dos seus comentários! Vamos aos Lençois no Carnaval, chegada em 22/2 e saida em 27/2 e iremos de avião até Barreirinhas.
    Como só ficaremos 4 dias (sem contar o dia da chegada e saida) gostari a de uma sugestão sua do que imperdível. Dormir em Caburé ou Atins é necessário ou pode-se retornar no mesmo dia para Barreirinhas? E quanto aos passeios? Ah, tanto na ida como na volta estaremos sozinhos no avião, alguma sugestão para pedirmos ao piloto?
    Desde já agradeço sua valiosa opinião.
    Um grande abraço
    Veronica Swalf

  33. Olá, Gostaria de saber se vale a pena ir aos Lençois no início de março?

    Obrigada.

  34. Oie!
    Eu estou planejando uma viagem pra esse mesmo destino, Lençóis Maranhenses, e gostaria de saber se você poderia me dizer algumas informaçoes sobre quem (qual agência) eu devo procurar. Devo ir com a minha mãe e eu provavelmente terei que planejar tudo, por isso mesmo quero saber de alguém que já foi as melhores opções. Se puder me responder por email, eu ficaria agradecida!
    Ah, a família giramundo é sensacional, quero ser (e viajar) que nem vocês quando eu crescer x]

    beijos!

  35. Olá!
    Passei por aqui pra saber se vale a pena a viagem agora(início de março)?
    Se não vou caçar outro rumo…
    Adorei as dicas de viagem…
    abração e obrigado

  36. meu deus que lugar lindo……..
    nas proximas ferias eu to la…….
    queria dicas de pousadas ou casas temporadas..
    alquem pode me dar?
    lenynha

  37. Gostaria de saber se depois de passar pelo Delta do Parnaiba e seguir até Jeri o caminho se torna muito complicado e mais algumas dicas. Obrigada.

  38. preciso de uma casa temporadda para alugar.alguem sabe?barrerinha..

  39. Sr. Jorge, parabéns pela matéria. Contudo, gostaria de fazer alguns reparos: Primeiramente, não é boi-bumbá, pois este é do Amazonas, criado por maranhenses que se deslocaram para lá – é Bumba-meu-boi no Maranhão e em alguns outros recantos do pais. Segundo, com efeito, nada se iguala a multiplicidade de rítmos de São Luís e, não-à-toa, o título de Patrimônio da Humanidade vem acrescido de tantas razões além do estético colonial. Acrescenta-se que a UNESCO considera São Luís a maior fonte de rítmos do planeta. Não, não é Salvador, infelizmente para os baianos. São mais de 250 grupos de Bumba-meu-boi, mais de 100 de cacuriá, além de outras centenas da dança do côco, lêlê, tambor de criola (patrimônio imaterial do Brasil antes mesmo do Frevo), dança portuguesa sem igual no Bsail, grupos de dança Country e mais… Milhares de brincadeiras no carnaval e o mais bonito bloco carnavalesco do país – os blocos tradicionais do Maranhão. Concordo contigo, pena que o Brasil não conheça essa diversidade sem igual, mas pudera só agora nós brasileiros estamos dando valor para esse tipo de coisa ao invés de fixar nossos olhares em prais sem fim e bundas desnudas, pois bem sabemos que atrelam turismo no Brasil a sexo na maioria das vezes – vide Macéio, Natal e Fortaleza – disso São Luís e os lençois parecem estar livres por enquanto. Finalmente, quanto a infra-estrutura de Barreirinhas, nisto concordamos em gênero, número e grau. Já fiz minha proposta aos maranhenses – destruam a cidade e busquem apoio federal para a construção de outra, sendo está a primeira verdadeiramente ecológica do país, sem carros movidos a explosão, com um plano diretor que permita seu crescimento ordenado para se tornar uma Dubai aos moldes tupiniquim, pois, com certeza, atrairia milhões de dólares para o local que foi considerado por enquete da Época o mais bonito do Brasil. Pode parecer absurda a proposta, mas ser visionário nunca foi tarefa fácil para ninguém. Exemplos: Cidades criadas como Palmas mostram que vale a pena investir em um novo padrão, pois queremos sim o natural, mas necessitamos de infra-estrutura o útil ao agradável.

  40. Quantos dias vc recomenda para aproveitar bem este lugar?

  41. Fiquei maravilhada com a sua matéria. Meus olhos encheram d’ água de tamanha vontade e emoção de conhecer o Estado do Maranhão. Parabéns!

  42. Os lençóis são simplesmente maravilhosos!
    Morei 10 anos no MA e tive a oportunidade de ir lá algumas vezes. É realmente único!

  43. espero q num futuro breve, eu venha conhecer a tão linda São Luís!

  44. Ola! Gostei muito do seu relato e me animei a conhecer tb.
    Andei pesquisando o voo para Sao Luiz e o meu voo ira chegar as 00:55. Poderia me informar o contato da van para me buscar no aeroporto e levar ate Barreirinhas.
    Grato.

  45. Muito legal o Blog! Queria tanto ir pra la agora em junho… alguma possibilidade de se ir com bebe pequeno (6 meses), conhecer Sao Luis tb, ou estou sendo muito ambiciosa?

    Obrigada!

    Alessandra

  46. Pingback: O Brasil como inspiração. « Blog Oxford

  47. Nossa, estou impressionada com a matéria!!!! vou conhecer os lençóis na proxima semana.. apesar de nao ser alta estação compensa o passeio? estou em dúvida qnt aos passeios pelos dunas, a maioria são em veículos 4×4, mais penso que bugues deve ser mais divertido… qnd estive em Natal fomos as dunas de Buggue.. o que acha?

  48. Estou c viagem marcada para S. Luis dia 19 de setembro. Quero ir a Barreirinhas , Cabure e se der a Santo Amaro . Ja estive nos Lencois. .
    Preciso de Tranfer p chegar a Barreiras na ida e na volta. Como conseguir
    isto sem ser explorado ?

  49. todo brasil me gust´o mucho, pero la sorpresa mas agradable fue BARREIRINHAS lo recomiendo a todo el mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s