Viagem com bebês: o último vôo no bercinho!

ultimo-voo-no-bercinho.jpg
Clara GiraMundo (aos 8 meses e meio)

Depoimento de uma bebê-viajante experiente:

– Papai, caiu sua ficha agora? Eu não caibo mais no bercinho, entendeu?
– Este foi o meu último vôo, ok? O meu bercinho está quase tão apertado quanto a sua poltrona;
– Na próxima viagem longa, eu vou precisar de um assento só pra mim e duvido que seja tão confortável quanto o meu bercinho. Já tô com saudades.

berco-de-ouro.JPG
Clara GiraMundo (aos 3 meses)

Depoimento de um pai-viajante, agora, experiente:

– Se o bebê dorme bem a noite toda, não existe meio de transporte mais confortável do que o avião.
– Estou convicto de que é muito mais simples voar com um bebê do que com uma criança de 2 anos. Não tenha receio. Comece a viajar cedo.
– Sem o berço, tudo vai ser diferente daqui pra frente. Ainda bem que a gente aproveitou pelo menos duas vezes.
– Os próximos vôos longos serão diretos e noturnos, sempre que possível!
– Investirei, também, na compra de um assento para a Clara na próxima viagem. Sem o berço, não dá pra arriscar atravessar continentes com um bebê no colo. Ainda assim, duvido que será tão fácil.

Veja também este post!

45 Respostas para “Viagem com bebês: o último vôo no bercinho!

  1. Eita, essa menina não pára!!! Ela vai ter muita história para escutar quando crescer, sobre essas viagens!!!

    Sempre que vejo essa foto do bercinho lembro do meu primo que também foi viajar com poucos meses de idade, mas não coube no berço de tão gordinho que ele era!!!😀

    Abraços a família GiraMundo!

  2. Jorge, desculpe a curiosidade de mãe, mas qual o tamanho da Clara? É que viajarei em breve com a minha pequena que tem atualmente 72 cm e pesa 9kg… tenho receio que ela também já não caiba mais nessa fantástica opção com cara de primeira classe! Obrigada! PS: adoro seu blog!

  3. Maria Fernanda,

    A Clara tinha 71 cm quando embarcamos pra Portugal no final de dezembro. A agente de viagens havia indicado que o bercinho suportava 10kg e 70cm “de bebê”🙂 Como se chama a sua pequena? Ela vai ficar justinha no berço como a Clara na primeira foto. Se ela for do tipo que dorme bem, ela vai viajar com muito conforto, mas deverá ser a última vez dela. O berço ajuda muito mesmo quando a bebê está acordada porque ela pode ficar sentada brincando e não dependerá do seu colo.
    Espero que tenha te ajudado e obrigado pelo elogio!

  4. Clara cresceu muito. Ela é uma “baby” encantadora. Parabéns!

  5. Jorge, muito obrigada pela resposta! Minha pequena chama-se Rafaela. Iremos para a Suíça em maio e optamos pela reserva do bercinho com a Swiss Airlines como uma tentativa. Pelo que você me disse ela ficará bem justinha no berço. Mas ainda assim acho que será muito mais confortável lá do que no colo dos pais numa poltrona de classe econômica (sem desmerecer o colo do papai nem da mamãe). Quem sabe um dia Rafa e Clarinha não combinam de bater papo sobre essa vida de bebê viajante, né? Abraços a vocês!

  6. Jorge,

    ano passado fui com meu filho Henrique, que na época tinha 20 meses, 82 cm e 12kg para Cancun; Voamos Gol do Galeão para Guarulhos e depois fomos Guarulhos – Cidade do México e Cidade do México – Cancun pela Aeromexico. Tanto na ida quanto na volta, o Henrique usou o bercinho nos trechos entre SP e Cidade do México sem problemas. É verdade que ficava com as perninhas um pouco dobradas, mas sem dúvida foi bem melhor do que nos trechos onde teve de ir no colo. No final do ano, quando ele já estava com mais de dois anos, fomos a Vitória-ES e ele já usou um banco só para ele, sem problemas.

  7. Jorge, pelo seu relato, não tenho mesmo dúvidas de que um bebê que possa usar o bercinho está melhor acomodado (e os pais mais relaxados). O meu sobrinho de 1 ano e meio voou para Buenos no colo do meu irmão e foi um sossego: comeu, brincou, dormiu.
    Mas na volta…ele estava cansado pelos atrasos: no vôo de Buenos a POA e que sairia de POA para SP. A criança não parava de chorar e não relaxava com nada, nem com a atenção das aeromoças da Varig (que aparentemente foram muito gentis). Já os passageiros ficaram bem irritados e meu irmão morrendo de vergonha, já que ele foi um que sempre olhou feio para bebês chorando em vôos🙄

  8. Emilia, no colo é difícil mesmo. Agora que ela tá maiorzinha, ela começa a se mexer, quer pegar tudo, não pára um segundo. Dá pra aguentar um vôo curto só. Fomos agora no Carnaval para o Sul e ela foi até Caxias do Sul entre o meu colo e o da Tati até alcançar o braço de um cara do meu lado. Ele levou na esportiva e deu uma pulseira de borracha pra ela. Ela só queria brincar mesmo, não chorou, então todo mundo se divertiu.

  9. Maria Fernanda, qualquer hora a Clara e a Rafaela se encontram numa sala Vip mundo afora.🙂

  10. Jorge, este post está fofo demais. A doce Clara dormindo como um anjo como sempre. Você está um ótimo assessor de pais viajantes😉 Com certeza ela viajou da maneira mais confortável possível, melhor qu 1a classe. Beijos na família Giramundo😆

  11. Rogério, estou pensando como será a próxima viagem de longo curso com a Clara. Acho que ela vai ficar muito encolhida no berço. Neste último vôo, eu ajeitei a cabecinha dela várias vezes durante o sono pra não ficar raspando na ponta do berço. Viajou muito bem, mas estava justo. Como não tenho nada marcado, não estou preocupado, mas acho que pra ter certeza de que ela viaje com conforto, eu comprarei um assento pra ela, mesmo antes dos 2 anos. Mas, sim, concordo, antes berço apertado do que no colo. Colo em longo curso, não dá, não.

  12. Oi Jorge!
    Acho que vc se lembra de mim do VNV. Eu vou para a Espanha em fim setembro e vou levar meu filho Adriano, que na época estará com 15 meses. Pelo jeito será melhor comprar um assento para ele, né? Vc comentou que teria outras dicas para me dar. Eu li seus posts sobre viagem com bebês. Fiquei particularmente intrigada com a necessidade de levar a certidão de nascimento. Você acha que seria interessante fazer uma tradução juramentada dela?
    Que outras dicas vc teria para mim?
    Muito obrigada!
    Ah! Sua filha é linda!
    Abs, Dani

  13. http://pt-br.wordpress.com/tag/viagem-com-bebes/

    Olá Daniele, tudo bom?
    Com quantos cms está o Adriano? Comprar um bilhete para ele é uma decisão que você pode tomar observando o conforto do seu bebê e sua paz na viagem. Até o aniversário de 2 anos do Adriano, você não é obrigada a comprar o assento pra ele, mas o berço pode ficar pequeno demais e desconfortável para o garotão. No colo, nem pensar. É longe demais. Vocês não aguentam.

    Nós viajamos com a Clara para a Europa duas vezes. Uma vez com 3 meses e outra quase agora com 8 meses e meio. As mesmas dicas relatadas na primeira viagem valem ainda e valerão para o seu pequeno também, mas com 10 meses ou 15, como o Adriano, você já vai ver que ele estará muito mais flexível e aguentará bem mais programas. O engraçado é que no avião é o contrário, quanto menor, mais sono, mais calmos e mais fácil hahahahaha.
    Clique no link acima e veja todos os meus posts que tratam desde a nossa escolha do roteiro até os passeios mais legais. Se tiver alguma dúvida específica, você escreve aqui ou em qualquer post que eu olho tudo. Um abraço, obrigado,

  14. Ah, leve a certidão de nascimento, mas não precisa traduzir ou juramentar, não. O passaporte é o documento mais importante e a certidão é fundamental aqui no Brasil mesmo. Lá fora, acho improvável que alguém te questione.

  15. Jorge, passei por aqui só para ver esses posts gracinhas🙂 Hoje comuniquei a minha comadre, que diferente do ano passado que perdi o 1o aniversário do meu afilhado de consagração por causa da milhagem da Varig, que a American me concedeu uma ida posterior ao 2o aniversário com milhas + money. Mas ele não vai ganhar presente importado rsrs

  16. Oi Jorge!
    O Adriano, está hoje com 8 meses e já está com 69 cm. Imagino que o berço não será mto confortável para ele, quando ele estiver com 15 meses.
    Uma dúvida que tenho é: vale a pena fazer seguro-viagem, para o caso de precisar de um médico por lá?
    Mais uma vez, mto obrigada pelas suas dicas e desculpa a encheção!
    Dani

  17. Daniele, nós optamos por não fazer o seguro viagem. Pensamos que se acontecesse alguma coisa, nós iríamos correr para o primeiro hospital, procurar o primeiro médico, a primeira assistência. O seguro viagem normalmente exige que você ligue, procure o atendimento conveniado, etc e tal. Tá, alguns tem um mínimo reembolso e etc, mas acho que não valeria a pena uma vez que a chance de utilização é pequena. O que acho importantíssimo é levar o bebê ao médico um ou dois dias antes da viagem, avisar para onde vai, como e pedir todas as dicas ao pediatra. O pediatra da Clara trocou alguns emails conosco durante a viagem e pediu que ligássemos no caso de primeira necessidade. O combinado é que em caso de qualquer problema a gente colocaria o telefone para o médico local falar diretamente com ele. Pode perguntar à vontade, é um prazer.

  18. Seu blog é maravilhooooso!! Parabéns e parabéns. Viajo com minha filha Lara para Viena agora em março, ela tem um ano, mas não é muito grande (quase 9 kg / 74,5 cm). Peguei ótimas dicas aqui! Super obrigada e boas viagens sempre!

  19. Oi Jorge! Finalmente decidimos nosso roteiro, na 1ª viagem do Adriano à Europa. Iremos para Londres, Paris e Barcelona. Deixaremos o País Basco para uma outra ocasião.
    Mas eu estou com uma dúvida cruel, será que você consegue me ajudar?
    Nós vamos para Londres com a British de executiva (e viva o upgrade!!!). e eu tenho duas maneira de embarcar o Adriano:
    1. Como infant: ele vai numa cadeirinha tipo essas cadeirinhas de carro, que ficará no pé da minha poltrona
    2. Como child: numa poltrona só pra ele.
    A dúvida é a seguinte: será que elel fica seguro numa poltrona só pra ele aos 15 meses de idade? Estou achando judiação deixar ele na cadeirinha de carro a viagem toda.
    Abs, Daniele

  20. Daniele,

    Desculpa a demora, eu estava viajando e quando voltei, fiquei sem acesso à internet….
    Olha, eu acho que o Adriano fica muito confortável numa cadeira só para ele, especialmente se for uma cadeira na classe executiva. Se você tem milhas para isso, invista que ele vai chegar na Europa como um reizinho! Nesta última viagem fiquei pensando sobre o assento de carro como opção mais segura, mas concordo com você, não sei se é a opção mais confortável para o bebê, não. Estou pensando que na próxima viagem da Clara, a gente vai comprar um assento pra ela e levantar os braços para que ela possa deitar entre o meu colo e o da minha esposa, mas na Econômica, até porque na Executiva não dá pra levantar os braços das poltronas… rsrsrs

  21. Oi Jorge,
    E tudo mudou desde dia 3 de abril!! A BA não tem assentos de milhagem na executiva para nenhum dia em setembro, então vamos usar as milhas da TAM. Na TAM não tem cadeirinha de carro. Ele irá no próprio assento do avião.
    Obrigada mais uma vez!
    Dani

  22. Daniele, eu acho que você está certa. Esse será o meu plano na próxima viagem. Até pensei em comprar uma assento de carro que se transforma em carrinho de passeio e cadeirinha pra usar em viagens, mas acho que no avião, ele vai ficar mesmo mais confortável num assento ao seu lado. Depois da viagem você conta como foi?

  23. Oi Jorge, viajarei em Julho para Paris com meu filho que estara com 9 meses e meio, vou de varig e, eles não fornecem mais bercinhos, vc tem alguma dica para me ajudar? Obrigada

  24. Fran,

    Como assim não fornecem mais bercinhos? Que estranho! Honestamente, quer mesmo minha opinião? Eu acho que você tem uma chance enorme de eles te arrumarem um assento a mais para você instalar o seu bebê, mas isso é um risco pois o vôo pode estar cheio. No seu lugar, eu desistiria de voar com a Varig e compraria um bilhete e reservaria um bercinho numa cia séria. Eu toparia pagar até a multa de 100 dólares para cancelar o bilhete. Acho um desrespeito isso. Com o berço qualquer pai ou mãe viajam com muita tranquilidade, agora voar com o bebê no colo por 11 horas, eu acho um exagero muito grande. E olha só, eu que viajo com a Clara para todo lado, passo o meu tempo ouvindo que sou “louco”.

  25. Obrigada, Jorge! Acho que vou trocar de cia mesmo!

  26. Tenho uma bebê de 13 meses,pretendemos viajar com ela em agosto ou setembro,quando ela estará com 17 meses. Pretendemos ir ao sul do Chile e Bariloche,mas temos receio com o frio. Você já viajou com a Clara para algum lugar frio?

  27. Simone,

    Estivemos em Portugal com a Clara quando ela tinha 8 meses. Estava bem frio, mas nada tão pior do que o que temos no sul do Brasil no inverno. A Clara passou muito bem, não teve problema algum. O ar de SP dá mais trabalho para ela do que o ar frio do inverno de Portugal. O importante é ter bons agasalhos, inclusive do gênero que os locais usam. Toda vez que tiver dúvidas, pense como vivem os bebês que nascem e são criados nesses lugares muito frios e procure comprar alguns agasalhos lá caso a viagem seja prolongada. Serão sempre mais adequados do que os que usamos aqui. Na dúvida, mantenha o seu bebê no carrinho com cobertores em todos os deslocamentos externos ou use um “canguru” para mantê-la junto do seu corpo o que ajuda aquecê-la.

  28. Jorge,
    Muito obrigada pelas dicas. Você está sendo um grande icentivador para minhas próximas viagens com a minha filha, que agora está com 14 meses. Já viajamos para alguns lugares com ela pelo Brasil mesmo, e agora estamos planejando nossas viagens internacionais. Vejo pesquisando que muitas pessoas são contra viajar com bebês, e os deixam ou não viajam.
    Continue postando dicas e suas experiências que são motivantes para muitos pais de primeira viagem.

  29. Olá Jorge!
    Li sobre suas viagens com Clara e no final deste mes(agosto) estarei indo com minha nene de 9 meses para Chile. Srá que a Tam tb tem bercinhos? E Sabe de alguem que foi para estação de esqui com bebe????
    Tb dizem q sou louca de ir cm ela pra lá…..
    Obrigada!

  30. Puxa, Maria Izabel, perdão. Estou tão atrasado com meus posts, acabei não respondendo sua questão. Eu não iria à uma estação de esqui com um bebê, acho que nem eu e nem o bebê aproveitaríamos muito, a não ser a linda paisagem. Se vc estiver num grupo, com companhia, aí a farra será garantida, esquiando ou não. Mas se vc for para esquiar, acho roubada.

  31. Olá,
    Só hoje descobri seu blog,amei!Mas percebi que as ultimas postagens são de inicio do ano passado,esta desativado ou não consegui acessar direito/rs

  32. Caro Jorge,

    Minha esposa viajará sozinha do Rio para NY onde encontrará comigo para passarmos uma semana. Na época da viagem nosso filho estará com 1 ano e quase dois meses. Ele não é gordinho, mas é muito agitado.

    Na minha opinião, a viagem (que seria a primeira dele de avião) pode ser muito cansativa para ambos (para a mãe e para o bebê), já que é muito longa e o custo de um assento adicional iria encarecer muito o passeio.

    além disso, eu acho que que ele não aproveitará a viagem tanto quanto a gente. Por isso, peço a sua opinião de viajante mais experiente:

    Tendo a opção de deixar o pequeno com a avó (ou talvez com ambas as avós), não seria melhor para ela viajar sozinha?

    Obrigado, Calazer.

  33. Olá Jorge!

    Parabéns pelo Blog, está ótimo!
    Tenho um garoto de 13 meses e pretendo fazer uma viagem curta, dentro do Brasil, somente eu e ele, a mamãe não irá. Tenho duas dúvidas: 01) Li em outro site sobre a probabilidade de dores de ouvido por causa das diferenças de preção nos pousos e decolagens, isso realmente é preocupante?
    2) Preciso de alguma documentação, além da certidão de nascimento, ou autorização pelo fato da mamãe não estar junto?

    Obrigado,

    Márcio Réggis.

  34. Olá!
    Estava procurando informações sobre viagens com bebês e encontrei seu blog. Adorei!
    Eu e meu marido vamos viajar com nossa filha Helena em Setembro. Vamos para Orlando pela American Airlines. Além do vôo ser longo, ainda temos a conexão Miami-Orlando. O vôo é diurno e a Helena terá 7 meses e meio. Não sei se a American oferece o bercinho. Será que levo meu bebê conforto (aquela cadeirinha do carro)? Não o que fazer para entretê-la durante 8 horas…duvido que ela durma muito tempo. Alguma sugestão?
    Obrigada!
    Patricia

  35. adorei o blog…..já tinha lido algumas vezes mas gostaria de uma dica de vcs….viajar com uma crianca de 2 anos e meio é difícil??? nesta idade eles ficam inquietos??? ai gente me ajuda!!! Bjs

  36. Olá , adorei o teu blog ! Tenho o LORENZO de 2 meses e em outubro, como de costume , iremos tirar nossas férias . Estamos ´planejando ir para o CARIBE . Vcs já levaram a fofa da Clarinha para viagens com praia e locais quentes ! Penso que locais quentes são melhores do que os frios . Adorei o blog tirou muitas dúvidas de papais viagentes de 1a viagem ! beijo

  37. Olá Jorge, preciso de uma dica! Moro na Coréia do Sul e vamos de férias para o Brasil semana que vem, meu filho veio pra cá com 4 meses, então td foi tranquilo afinal eram só mamadas e dormir, agora com 10 meses preciso saber se eles deixam embarcar com as papinhas industrializadas (tem 170 grs cada), ou se vc sabe se eles dão alguam comida para bebê nessa idade.
    Muito obrigada se puder ajudar!

  38. Olá! Seu blog é 10! Fiquei com uma dúvida: como reservar o bercinho na TAM? Comprei um pacote da CVC com o aéro, será que tenho que solicitar na própria CVC? Obrigada!

  39. Daniele Ernesto Bardy

    Olá Jorge,
    Primeiramente gostaria de parabeniza-lo pelo super blog. Sempre venho aqui para esclarecer minhas dúvidas. A ultima viajem que fiz com a minha Maria Clara suas dicas foram de muita utilidade facilitando assim muita nossa viajem. Eu e meu marido estamos morando aqui na França a 2 anos e sempre que posso vou ao Brasil ver a família mas agora tenho uma dúvida pois minha filha terá 1 ano e 3 meses na época e não caberá mais no bercinho e li que vc recomenda a compra de uma poltrona…..como é isso? Tenho que levar sua cadeirinha do carro? A tam aceita bebes viajando em poltranas?O que devo informar ao comprar as passagens? Obrigada desde já e um grande abraço a vc e sua família.

  40. Olá Jorge,
    Parabéns pelo blog… muito legal!!!
    Eu e minha esposa vamos viajar com nosso bebe de 11 meses para Itália, França, Inglaterra e Portugal em Janeiro e queremos algumas dicas:
    – Independente das roupas próprias, a exposição externa ao frio nos passeios não é muito intensa? Como vcs fizeram para equilibrar isto? Nosso receio é o bebê pegar alguma gripe e logo em seguida estarmos expondo ao frio novamente….
    – Como foi a adaptação do baby com as Papinhas, Leite e Comida da Europa?
    – Tem papinha Nestlè por lá?
    – Vcs precisaram de atendimento médico por lá ?
    – Qual o transporte vcs recomendam entre os países: Carro, Trem ou Avião… queremos ir de carro para conhecer melhor as cidades pequenas… o que vcs acham?
    -Vocês levaram receita médica da pediatra ?Acha que tem necessidade de fazer tradução juramentada da mesma?

  41. Oi Jorge!!!

    Vou viajar com meu filho, o Vitor, em Junho. Ele estará com 2 anos e 3 meses. Vamos para a Italia. Tem algo em especial que devemos fazer para o conforto dele na Europa??

  42. Oi Jorge!

    Cara, amei seu blog, muito bom!!!

    Logo pretendo engravidar e estava triste/feliz ao mesmo tempo: triste por dar uma pausa nas viagens e feliz por ter um bebe!

    Adorei este post e pude perceber que sim, é possivel viajar com um bebe e como é proveitoso e maravilhoso!

    Parabéns!!!

    Abraços,

    Thais

  43. Olá, eu vou viajar agora em janeiro com minha esposa e bebê de 6 meses do Rio para Portugal, pela TAP. É verdade que os berços de avião não possuem qualquer tipo de proteção e que, em caso de turbulência, é obrigatório pegar a bebê no bercinho e levá-la para o colo ?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s