Ilha da Madeira: Reveillon para bebês!


Vídeo feito da parte alta da cidade. Provavelmente a 600m de altitude.

O “gancho” que a gente precisava

Pra mim, todas as viagens têm que ter um “gancho”. Aquela desculpa que a gente arranja para justificar o estouro no cofrinho e sair correndo para o aeroporto. Sabe como é?

O gancho da viagem à Madeira foi o famoso Reveillon do Funchal. O maior espetáculo pirotécnico da Terra, segundo o Guinness 2007.

centro-do-funchal-visto-do-porto.jpg
Funchal, vista do porto.

Minha mãe, que é lusitana, sempre diz toda orgulhosa que os portugueses são famosos pelas festas com fogos de artifício. Eu sempre achei que havia algum exagero da parte dela até porque a única tradição portuguesa com fogos que eu conhecia eram as festas juninas da Portuguesa, no Canindé.

feliz-natal-e-bom-ano-novo-na-madeira.jpg
Feliz Natal e Bom Ano Novo em Câmara dos Lobos

Confesso, também, que achei suspeitíssimo o prêmio Guinness, especialmente porque eu sempre achei que Copacabana merecia um prêmio desse porte e porque eu nunca havia lido ou visto referência sobre o Reveillon do Funchal, o que prova que o Brasil não tem mesmo muita informação sobre a Madeira (nem o Guinness sobre o Brasil!).

presepio-no-funchal.jpg
Presépio de um restaurante do Funchal.

O fato é que as imagens da virada do ano de 2007 que a gente havia visto na RTP, logo no início de janeiro de 2007, não saíam da cabeça e esse virou um assunto recorrente durante o ano todo.

Como se vê, a viagem foi quase que por necessidade. Se a gente já tinha vontade conhecer a Madeira, agora a gente precisava conferir esse mega-evento de perto.

Para reforçar a desculpa e distrair o escorpião que toma conta do meu bolso, o argumento usado foi que nunca havíamos investido numa viagem bacana de Reveillon (vou descontar Copacabana que foi quase grátis) e que seria legal fazer isso na nossa primeira virada de ano com a Clara.

Com um “gancho” desses, o plano de viagem foi aprovado imediatamente e nem foi preciso apelar para as belezas da ilha, a simpatia do povo, os costumes, tradições e a deliciosa gastronomia madeirense. Isso tudo, a gente já esperava e comprovamos lá. O que a gente não esperava e se tornou um bônus foram duas surpresas que a Madeira guardava para nós.

camara-de-lobos.jpg
Câmara de Lobos

A iluminação de Natal: o gancho deles.

Foi o “gancho” que os madeirenses descobriram para esticar a temporada alta das festas de fim de ano até o final de janeiro. Que 5º Avenida, que nada! Em matéria de iluminação de Natal, nada se compara ao que se vê por lá.

se-do-funchal-iluminacao-i.jpg
Sé do Funchal

Os madeirenses capricham. Fazem de toda a ilha um grande presépio iluminado. E mais do que uma atração para os turistas, é uma tradição dos moradores. Os detalhes e o bom gosto na iluminação enchem os olhos desde as ruas antigas do Funchal até o menor dos vilarejos do interior da ilha. Eu não estou exagerando.

centro-do-funchal-a-noite-iluminacao-ii.jpg
Centro do Funchal

O Reveillon deles é perfeito para bebês.

Os fogos da virada do ano são mesmo um show digno da fama. A geografia particular do Funchal colabora muito com o espetáculo.

A área central do Funchal está localizada numa pequena baía. A partir do centro antigo da cidade, que está junto ao mar e do porto, os bairros sobem os penhascos num formato de meia lua até uns 700m de altitude formando um semicírculo urbano envolvendo a baía.

À meia noite, os navios de cruzeiro dão o aviso que o show vai começar. Havia uns 9 ancorados bem perto do porto. Segundo os madeirenses é do mar que se tem a melhor vista do espetáculo.

porto-do-funchal-no-amanhecer.jpg
Vista da baía no amanhecer de 31/12/2007. Barcos com fogos em posicionamento para o show.

Os fogos são disparados de TODA a cidade, das montanhas, dos prédios, do mar, do porto. Impossível não conseguir apreciar. Eu penso que os fogos podem ser vistos de qualquer ponto, embora, certamente a visibilidade fique bem comprometida no Lido, um bairro mais novo que fica fora da baía central, já nos limites do Funchal.

Ainda assim, de forma geral, é uma festa pra todo mundo curtir. Todos os navios apitam juntos novamente no fim da queima de fogos. Lindo e emocionante.

Um detalhe: o espetáculo é de cores e sincronia dos lançamentos dos rojões, mas o show é particularmente silencioso. Eles não disparam aqueles ensurdecedores rojões que eu costumava ver quando moleque na Praia Grande. Eu achava que aquela seqüência de 3 tiros fazia barulho demais, mas a verdade é que o barulho contribui muito para a empolgação do espetáculo.

Eu senti falta deles. Mas a Clara, não.

Ela nem acordou. Levamos o Cadillac dela para o terraço do hotel, ficamos quase duas horas lá entre umas 500 pessoas bebendo champagne, comendo uva-passa (a tradição portuguesa diz que você deve comer 12 delas na virada do ano), os fogos estouraram e a pequena sequer se mexeu. Voltou para o berço tão quietinha quanto saiu.

vista-do-cs-madeira-terraco-reveillon-ii.jpg
Terraço do CS Madeira

Se tivéssemos planejado, não teríamos conseguido. O Reveillon do Funchal é mesmo perfeito para bebês. A Clara adorou.

39 Respostas para “Ilha da Madeira: Reveillon para bebês!

  1. Oi Jorge,
    Eu também nunca tinha ouvido falar desse ano novo na Ilha da Madeira, que espetacular, que bom que a família gostou e clarinha aprovou😀

    Adorei as fotos.
    abs
    pat

  2. Oi Jorge!! Que boas lembranças vc me trouxe! Passei o reveillon de 2006/2007 la, adorei, vi os fogos do mar! Como cheguei la no começo de dezembro a ilha ja estava toda enfeitada para o Natal, depois do reveillon eles apagam um pouco das luzes e voltam a acende-las no caranval, q tbem eh um espetaculo a parte, eles tem 2 escolas de samba e fazem um desfile mto digno e bonito! Acredita que da uma depressao depois que todas as luzes se apagam? Fiquei ate meio de março la e fiquei mto triste qndo as luzes se apagaram, eu que costumava ir do escritorio da minha empresa , que ficava perto da Se, ate o hotel no Lido a pé so para admirar as luzes…qndo se apagaram comecei a pegar taxi… hehe. Que bom que vc gostaram e tao fazendo uma propaganda super boa do lugar! Super apoido!!! E o “Bailinho da madeira” adorei, trouxe ate um briquinho em miniatura, no meu hotel tinha show de um grupo folclorico todas as terças, eu nao perdia um apresentação, ate dancei com eles varias vezes, tavam quase me contratando, hehe, trouxe um cd com as musicas de la, qndo da saudades coloco pra tocar!!! abraçao!

  3. Olá Schnaider, obrigado pelo comentário. Ajuda a ilustrar o que queria transmitir sobre a Madeira. Adoraria ficar uma temporada mais prolongada lá…🙂 e adorei as fotos.

  4. Patsy, pois é, agora “todo mundo” vai conhecer. hahahahaha.

  5. Cara, que legal, não tinha noção disso, desse dote da ilha. Muito show a sessão de fireworks preparada. Curti mais mesmo aquele foco bem na beirinha da praia, que não pára de disparar nunca🙂

    E a vista dos barcos deve ser incrível mesmo, pois pegam tudinho de frente.

    E vem cá hein, depois de tanta viagem assim será que não rolou nenhum post pra incluírmos lá na dica dos amigos, no blog? Pô Gira, colabora né?!

    Ah, e confirma aí aquele valor/hectare. É aquilo mesmo, por mais absurdo que possa parecer.

    Abração

  6. Jorge, você está merecendo ganhar um prêmio pela melhor frase do ano… A vencedora? “Como se vê, a viagem foi quase que por necessidade”…😆

  7. Jorge, lindo demais. Adorei as imagens.

    Boa semana

  8. Olá! Gostei bastante do seu blog.

    Como faço para entrar em contato com você? Tenho algumas questões e sugestões a lhe fazer.

    Meu e-mail é: rodrigo@riot.com.br

    Fico no aguardo!

    Grande abraço!

  9. Jorge Gira,
    Linda a decoração natalina da Ilha !!! Adoro estas luzes de Natal.
    Acho que foi exatamente como vocês esperavam. Incrível vocês levarem a Clara para a festa, mais uma vez ela provou que é excelente companhia😉
    Como sempre seu relato está delicioso.
    beijos,
    Majô
    Escorpião que toma conta do seu bolso tá ótimo:mrgreen:

  10. Também nunca tinha ouvido falar sobre a passagem de ano no Funchal… muito interessante, Jorge!!!

    Carla, eu acho que tentar escolher uma única frase para ganhar esse prêmio vai ser muito difícil! Só nesse post já temos vááárias seríssimas condidatas!!!:mrgreen:

    O texto do Jorge Gira é sempre uma atração a parte!

  11. Jorge, eu acho que essa febre natalina se espalha por Portugal.
    Eu amei o que vi no Porto e em Lisboa, tudo enfeitado, sem ser over e nem bregO, uma graça!
    Vou incluir Madeira na minha wish list!!🙂
    Ahhhh falando na Clara, avisa a Tati que este final de semana tem mega bazar na fábrica! É a festa! rs…
    Ou não avisa, se não quiser que ela quebre o porquinho de novo…🙂

  12. Jorge

    Mais uma dica interessante que eu fiquei conhecendo pelo seu blog.

    Abraços a todos.

  13. Olá!

    Na próxima semana apresentaremos oficialmente um novo blog de fofocas, o Fofocandoblog.com.br e, hoje escrevemos para saber o que vocês acham: se tem comentários e conselhos para melhorar ou, se vocês tem interesse em escrever para nós.

    Fofocando é o primeiro, em uma rede de blogs profissionais, escritos por apaixonados e especialistas que se divertem em fazer informação de uma maneira nova, ganhando sem se preocupar com a parte publicitária e comercial de um site internet.

    Se você se interessa pela idéia, ou se quiser apenas dar uma olhada e deixar um comentário: no momento estamos com o projeto de lançar um blog de viagens e gostariamos de falar com você a respeito também.

    Obrigado pela atenção e boa tarde.


    Giselle Ribeiro

    giselle.ribeiro@blogo.it
    msn: gisellefernanda@hotmail.com
    skype: brunogiggi
    http://br.blogo.it

  14. Diogo, então faz sentido, eu havia entendido que você se referia ao valor por m2. Aí seria absurdo! Hectare está ok, quanto mede um hectare? hahahahahaha. Mas é muito mais que m2, isso eu sei🙂

    Carlas, fala aí, viajar é item de primeira necessidade. Tá na cesta básica GiraMundo, né não?

    Georgia, Ernesto, obrigadão!

    Majô, a gente ainda não consegue ficar sem a Clara muitos dias, não. Em Punta, foram três noites apenas. Ligamos todos os dias, de manhã e de noite. Ela é nossa companheirinha.

    Rodrigo, estou mandando um email pra vc.

    Mô Gribel, a Tati ficou interessadíssima. Onde fica a fábrica mesmo?

    Giselle, fofoca? Really? Sei não. Vou olhar pra matar a curiosidade.

  15. Jorge

    Obrigado pelos elogios á nossa “Pérola do Atlântico”!Nós adoramos a Madeira,já lá fomos muitas vezes mas por incrivel que pareça nunca no Reveillon…por isso o seu post foi optimo para nós também!!!
    Ainda lá temos a Ilha de Porto Santo,que tem uma praia fantástica de areia branquinha e mar quente!!Fica a 2 horas de catamarã do Funchal ou 30 min de avião… é linda também mas perde muitos visitantes para a sua vistosa e colorida vizinha…

    beijinhos

  16. Ooohhh!!! Qué beleza! É um lugar muito plácido. Bonito a Câmara dos Lobos.
    Beijos pra os tres!

    (Cómo resuelven el tema eléctrico en Madeira. Hacen servir energia solar, eólica, qué??? Você sabe?)

  17. Também nunca tinha ouvido falar do reveillon de lá, nem nunca vi em nenhuma revista especializada algo sobre. Será que eu estava mal informada? De qualquer forma, blogs como o seu estão por aí pra nos relatar coisas que não teríamos melhores e mais completas informações senão de quem foi e viu . Parabéns pelo relato!

  18. Jorge

    Adorei as aventuras da Clara. Gostaria de entrevistá-lo para uma reportagem que estou fazendo sobre viagem com bebês para uma revista da Editora Abril. Vc poderia me passar um contato? Obrigada e parabéns pelo blog.

  19. Como madeirense, reconheço que emocionei-me com os comentários e a vivência do Jorge e sua família, parabéns pela reportagem. Era um evento que estava farto de presenciar e como tal, não lhe atribuía o real valor, mas por curiosidade e pelo título que tínhamos ganho no ano anterior, fiz um “gancho” ao Rio de Janeiro para presenciar aquele que era referenciado como o maior do mundo. Impressionei-me com toda a massa humana presente e degustei os fogos e seu ambiente até às 04h30, foi incrível poder estar numa praia daquela envergadura, debaixo daquela temperatura e presenciar toda a alegria e entrega dos Brasileiros num evento daquela dimensão…

  20. Que legal, Antonio! Seriam o Funchal e Copacabana festas complementares?

    Margarida, vou tentar colocar hoje mais coisas sobre a Madeira. Nós não estivemos em Porto Santo. Ficou pra próxima. Deve ser bem pitoresca, menorzinha e menos habitada, né?

    Clarissa, Obrigado!

    Carmen, honestamente, não sei como eles cuidam da energia na Madeira, não. Sei que eles tem fartura de energia eólica e abundante água doce, mas não sei como a maior parte da energia é gerada…

  21. Jorge, só vi hoje a mensagem, que pena…
    Mas diz pra ela que tem a lojinha da fábrica, com os mesmos preços. Fica no Tatuapé e se ela quiser ir, eu explico como chegar, horários, etc.

  22. Passando aqui só para deixar um beijo pra esta trinca linda 😉
    beijots

  23. Jorge,
    É a primeira vez que entro no seu blog e simplesmente não consigo parar de ler… seus relatos são sensacionais! E os mandamentos do Gira Mundo tbém, concordo em gênero, número e grau com todos… parabéns!
    Depois, se puder, dá uma visitadinha no meu blog, escrevo para o blog da Stella Barros Turismo, estou engatinhando…
    Abraços

  24. Gira,

    Agora fiquei louco para fotografar esses fogos!!

    Mais um belo post!! Abração!

  25. Gira, que maravilha ! Esse ano ainda nao pensamos em reveillon… esta aih, uma opção !!!

  26. Estou em BANGKOK e passei aqui para deixar um abraço.

  27. Ai ai ai, o cara abandonou de vez o blog mesmo…

    Só pra deixar um abração e beijos pras meninas de feliz páscoa!! Será a primeira páscoa da Clarinha né? Que show, hehehe…

    Valeu Gira, um abração e bom feriado!

  28. Pessoal, estou de volta. Desculpe a longa ausência.

    Arnaldo, você está em Bangkok!!! Caramba, faz tanto tempo que você planejava essa viagem, eu me lembro. Aproveitem!!!

    Dani G. pra você, a Madeira é razoavelmente perto. Tenho certeza de que vocês gostarão de lá.

    Patrícia, vou dar uma passadinha no seu blog, sim. Obrigado. Não sabia que a Stella Barros tinha um blog!

    Márcio, eu até tentei usar a função fireworks da minha máquina, mas acho que precisava de umas aulas antes. Desisti de publicar minhas fotos e usei direto o vídeo do Youtube, hahahahaha…..

  29. Oi Jorge, tinha tempo que eu não passava aqui e te confesso que nunca tinha ouvido falar deste reveillon. Agora estou com vontade para meu próximo reveillon internacional! Em 1998, passei reveillon em Buenos Aires, um fiasco, ploc ploc ploc mas uma festa muito divertida em Puerto Madero, com a família. Em 2008, estava em Punta del Este, com amigos, uma farra! Vou ver se dá para antecipar para antes de 2018! Obrigada por divulgar! Eu já fui tantas vezes a Europa e nem a Portugal fui ainda…

  30. Eu passei o reveillon de 2006/2007 e adorei foi um dia para mim muito especial que nunca vou esquecer.31 de dezembro de 2006.bjs

  31. Oi, sou madeirense e vi o seu blogue, por acaso, quando pesquisava umas imagens do fim-do-ano.
    Pelo que li, dou uma sugestão:
    Volte à Madeira para repetir a passagem de ano, mas desta vez fique no antigo cais, ou ao longo do porto.
    Eu, como moradora, já vi o fogo de vários ângulos e, sinceramente, ver do cais é o mais espectacular!
    Como vc refere, os barulhos do fogo e dos cruzeiros buzinando, também, dão outra vibração ao momento. Mas não é só a questão do impacto do som, mas também o facto de vc ver o fogo “caindo” sobre vc.
    Quando vejo do antigo cais ou no porto, ou seja, de baixo para cima, eu sinto que faço parte do espectáculo, ao invés de ver o fogo de cima para baixo.
    Por estas razões, aconselho sempre a verem do cais!😉

  32. Nossa, eu também não sabia sobre esse Reveillon. Acabamos de voltar de Paris, eu e meu marido, e só não foi decepcionante pq já sabíamos que era sem graça. Se eu tivesse lido esse post antes…

  33. Eu vivo na Madeira e posso comfirmar que o Fogo é grande , o Record foi consegido em 2006 com 60 mil disparos atirados por 37 postos , a area medida pelo pessoal do Guinesses foi de 6 por 2,7 km .
    Dai para ca os Emiratos já tentaram por 3 vezes bater o record e até agora nada , a ultima grande tentativa foi a um mes atras em Abu dhabi e nada , nem a queima de fogos dos JO na China foi tão grande

    O fogo deste ano vai subir para 90 mil disparos em 49 postos.

    O admiravel desta proeza é fazer isto numa ilha de 250 mil habitantes e sem um tostão vindo do Governo de Lisboa é tudo pago pelo Governo da Região Autónoma da Madeira

    Sobre os fogos não fazerem barulho , não é bem assim , o final da queima de 8 minutos é dada com o chamado trovão onde a tantos disparos que o ceu parece que esta a pegar fogo e o barulho é tão intenço que faz lembrar trovões .
    Eu lembro-me de um ano que não houve o Trovão final e a população ter ficado irritada e decepcionado se calhar foi nesse ano que vieste
    Aqui na Madeira o povo já esta acustumado com queimas de fogos durante todo ano até a um festival internacional de Fogos de Artifcio que acontece em junho onde são convidados 3 paises para concorrer cada um faz uma queima num fim de semana desse mes e Portugal também participa,

    neste video podes ter a noção do que é o trovão do ano novo do Funchal

    Carmem perguntava como se resolvia o problema electrico na Ilha:

    De varias maneiras queimando combustivel numa central como tudo mundo faz , Parques Eolicos , Aproveitamento de quedas de água para produzir energia , Apartir do Sol (paineis Fotovoltaicos ), Apartir da queima de Lixo (controlado) , a projectos para 2010 para começar a construção de uma central de produção de energia atravez de Biomassa Florestal e uma central para produzir energia atravez de Algas Marinhas .
    Na ilha do Porto Santo a eletricidade é produzida atravez de Torres Eolicas (as 1º montadas em Portugal 1986 ), Paineis Fotovoltaicos e Central Termica , o lixo não vira energia no Porto Santo vem diariamente para a Madeira , não pode haver central de Biomassa porque a poucas Materia vegetal para queimar na ilha , também não ha produção de energia atravez de água porque é um bem escaso , uma grande parte da água utilizada é desalinizada .

    Devido a Alta do Petroleo e os acordos para redução das emições a unica Central termoelectrica da Madeira esta a ser convertida para trabalhar a Gás Natural muito menos poluente e mais barato que o Fuelóleo
    A aparencia da unica lixeira existente na Madeira onde é produzida uma parte da energia consumida na região

    http://www.valorambiente.pt/ficheiros/fotos/ETRS2.jpg

  34. Também vivo na ilha da Madeira e sempre achei o nosso final de ano mt bom, comparando com o que vemos na televisão do resumo de outros finais de ano… . Finalmente o livro do Guiness veio nos dar razão… temos o maior espectáculo de fogo de artificio do mundo e um dos melhores.
    Como anteriormente outros madeirenses já disseram, experimente ver o fogo na zona baixa do Funchal, no cais ou no terraço de algum edifício, mas sempre dentro da baixa da cidade ou da zona velha, é magnifico, ensurdecedor e vibrante que até parece que nos sai o coração pela boca. Eu já vi de vários pontos e ver de fora do circulo de fogo é realmente decepcionante e com pouco barulho. Infelizmente ainda não vi do mar, só vi da pontinha, o que tb já dá 1 ideia…
    E tb pra mim, final de ano sem o “trovão” como disse a pessoa anterior ou “bombardeamento aéreo” como eu lhe chamo, ou até mesmo “final apoteótico” como lhes chama a secretaria regional do turismo, não é final de ano… começou a ser feito lá +- pela passagem de ano de 2000 e agora o pessoal sempre quer que termine do mesmo jeito, até pq nós já sabemos que se não houver bombardeamento é pq ainda não acabou o espectáculo de fogo de artificio hehehe

  35. Passei o Natal de 2010 no interior do Porto e a virada de 2010 para 2011 no Centro do Porto (Avenida dos Aliados, bela queima de fogos, gostei muito). Assistia pela televisão os preparativos para o Reveillon do Funchal e tive a impressão de que seria incrível mesmo. Lendo seus comentários percebo que não tive uma impressão errada. Quando eu voltar a Portugal um dia, tentarei conhecer o Reveillon do Funchal. Vai ser muito fixe.

  36. Meçia Paula Alvares Telmo

    O final do ano ö smpre muito bem,mas eu acho que a iluminaçao do funchal seja sempre a mesma.quero dizer toudos os anos igual,torna-se um bocado aborreçido😦

  37. Sobre este ultimo comentario sobre a iluminação ser sempre a mesma por isso levar ao aborrecimento , não é bem assim …..
    Todos os anos a iluminação dos pontos principais da cidade muda , e uma rotação das ilumações no resto da cidade ..
    Tem havido inovação ao longo dos tempos antes era muito utilizado a lampada normal , que vai sendo susbstituida por iluminações de Leds que fzem poupar mais energia e como as lampadas são pequenas a mais detalhas nos desenhos , outras das novidades que vem aparecendo nestes ultimos anos são as decorações em 3d ( como esses anjos em frente da Sé).

    Sobre o Comentario da Caty a chamar “bombardeamento areo” é bem visto deve-mos ter a mesma sensação que eles tem (cenario de Guerra) mais num contexto de felicidade e alegria

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s