Arquivo da categoria: Ilhabela

Praia Jabaquara, Seychelles

praia-jabaquara-iv-vista-aerea.jpg

Eu descobri as Seychelles há uns 10 anos na capa de uma revista Terra, linda!

Bem grande, na capa, havia uma foto de pedras gigantes de granito juntinho da praia com uma vegetação exuberante por trás. Bastou aquela foto para que o arquipélago das pedras de granito passasse a fazer parte do meu imaginário turístico.

A Tati é louca para conhecer Seychelles. Eu também, lógico. Infelizmente, essa é uma viagem que ainda não aconteceu mas, sem querer, a gente descobriu que esse paraíso estava mais perto de casa do que a gente pensava…

E não, não foi a Emirates que nos mostrou isso 🙂 .

(O esforço de marketing dessa companhia que opera vôos diretos entre SP e Dubai é tão forte no meio turístico que qualquer um agora já sabe: chegar às Seychelles com a Emirates é mais rápido que chegar ao Freeport de Ilhabela no Reveillon!).

Foi no final de agosto quando a Tati tomou a sábia decisão de passar uma semana com a Clara e os avós em Ilhabela, para “celebrar” o final da licença maternidade em grande estilo, que a gente descobriu a praia Jabaquara, na costa norte da ilha.

praia-jabaquara-i.jpg

Que praia! Alguém diz por essa foto que era inverno? Nós estávamos hospedados na ótima praia do Viana e o tempo estava limpo, mas com vento tão forte que não dava pra pensar em entrar no mar. É que na face da ilha que está virada para o continente o vento fica canalizado, perfeito para os amantes dos esportes de vela, mas não para nós que queríamos apenas tomar um banho de mar sem frio.

Como o papai aqui só desceu a serra nos finais de semana de folga do trabalho, deixamos os avós (que passaram a semana toda lá com elas) disputando a Clara na pousada e saímos meio que sem destino de carro. Não vestimos roupa de banho, nada, o objetivo era apenas apreciar a paisagem, parecia até um pouco frio para entrar no mar.

Ao “sobrevoar” a praia Jabaquara ou Seychelles-paulista, sentimos na pele que o clima ali era de verão: não havia vento, nem nuvens, o tempo estava lindo e, na primeira caminhada, vimos os granitos no canto direito da praia.

Imediatamente, a Tati lembrou das fotos de Seychelles. Ela tinha toda razão!

Que vontade de nadar!!!

praia-jabaquara-iv-namorando-o-mar.jpg

Putz, mas sem roupa de banho? Vamos voltar para o meio da praia e tomar uma caipirinha.

praia-jabaquara-iii-caipirinha.jpg

Bastou meia caipirinha e a constatação de que a praia estava deserta para voltarmos para o canto seycheliano da praia, esconder quase todas as peças de roupa entre os granitos e tchibum!!!!

Que delícia foi mergulhar em Seychelles!

Anúncios