Arquivo da categoria: Serra Gaúcha

Conhece a PiParóquia?!?!

Os gaúchos da Serra são fervorosos eno-católicos!!!!

Sim, basta rodar um pouquinho pela área urbana de Bento Gonçalves para você encontrar este que é o mais bem alinhado esforço de posicionamento de mercado da Igreja Católica!

Em Bento, todos os fiéis vão à Piparóquia! E saem de lá falando com Deus!!!!

Anúncios

Viagem “genérica” à Toscana!

Foi somente depois desta mais recente viagem ao Vale dos Vinhedos, distrito de Bento Gonçalves na Serra Gaúcha, que eu entendi a diferença entre um produto genérico e um similar.

Embora seja cópia do mesmo “princípio ativo”, o similar não necessariamente produz o mesmo resultado no organismo comparado ao original.

Do outro lado, o genérico, antes de qualquer coisa, deve produzir o mesmo efeito do original.

Antes que alguém ache que estou tomando muitos remédios, eu explico:

O apelo italiano do Vale dos Vinhedos é mesmo autêntico: a cultura, o sotaque do povo, a arquitetura, a hospitalidade, a gastronomia, os vinhedos, tudo já era daquele jeito bem antes de o lugar se transformar num destino turístico. Mas faltava alguma coisa para completar a “experiência” e a gente não sabia o que era.

Essa não era a nossa primeira viagem ao Vale, porém, foi a primeira vez que tivemos a real sensação de que estávamos mesmo na Itália, mais precisamente na Toscana!

Casa de um vizinho da pousada.

Sabe o que fez a diferença desta vez? A hospedagem! Era isso, a gente nunca achou a hospedagem do Vale grande coisas. Não estou falando de luxo, não, estou falando de um lugar que combinasse com a paisagem do lugar…

A Pousada Borghetto Sant Anna!

Eu normalmente não curto essas construções “tipo-europeu” que a gente costuma ver Brasil afora. Acho Campos de Jordão, por exemplo, o fino do brega. A Suíça brasileira não passa de uma cópia falsificada de quinta categoria.

Para mim, as referências mais evidentes de Campos do Jordão são chinesas!

O Rubens se inspirou no… Vale dos Vinhedos. Sim, ele construiu casas novas de pedra que combinam exatamente com a história e as tradições do lugar. Eu não teria gostado tanto se encontrasse aquelas casinhas em qualquer outro lugar.

Ele poderia ter sido pretensioso ao ponto de batizar suas casinhas de “vilas”, mas ao contrário, ele apenas colocou no interior algumas referências às tradições toscanas e mesmo francesas, o que não descaracterizou a pousada em nada.


Pato Juca preparado para o banho da pequena Clara! Banho de bebê com vista!

As casas são tão bacanas que se sente falta de nada. Não há nenhuma área comum, nem mesmo uma piscina, o que reforça a sensação de que você está na sua própria casa no Vale dos Vinhedos. Melhor, uma casa onde você não precisa se preocupar com reparos, manutenção, arrumar a cama, etc. Delícia!

Todas as manhãs, assim que você dá o sinal, abrindo a janela da sala da sua casa, o Rubens chega com seu fiel escudeiro Galileo, um labrador gigante, para servir o café da manhã.

Com tudo isso, o resultado ou efeito no organismo do paciente, ops, viajante é mesmo aquele que se sente ao se hospedar num recanto do campo no interior da Itália!

Vinícola Valontano

La garanzia è me!

Na hora de pagar a conta, esqueça os Euros. Dá para fazer um pagamento com similar nacional! Pagando em Reais, você fica ainda muito melhor!

Serra Gaúcha: onde os bebês pulam Carnaval!

Canyon Itaimbezinho – Parque Nacional Aparados da Serra

Eu não sei o que vou fazer no próximo fim de semana, mas sei que nosso Carnaval do ano que vem será na Serra Gaúcha mais uma vez. Nem foram tantas viagens assim, mas já foi o suficiente para perder a conta.

No caso da família GiraMundo, ir para a Serra Gaúcha no Carnaval já está no automático. Se não surge um gancho forte para nos levar a outras paragens, surtimos daquilo que batizei como “convergência perfeita de desculpas” que nos faz desembarcar no RS todo ano na época do Carnaval. Simplesmente não dá para não ir.

Dá uma olhada:

  • Temos amigos na região que adoramos visitar. O padrinho da Clara, meu grande amigo Marcelo, é gaúcho de Bento Gonçalves e tem a família toda lá. O churrasco à gaúcha e o papo em família estão sempre garantidos.
  • Pode não parecer, mas a variedade de programas e paisagens é bem grande e nada é longe demais. Afora Gramado e Canela que são mais famosas, o Vale dos Vinhedos e a região dos Campos de Cima, lá para os lados dos canyons do Itaimbezinho e Fortaleza formam o tipo de paisagem que mais nos impressiona. São tantas as opções que todo ano tem um lugar ou algo novo para descobrir.
  • Pinto Bandeira
    Distrito de Pinto Bandeira em Bento Gonçalves

  • O bolso também explica. Como não somos adeptos de brincar o Carnaval literalmente como manda o figurino, eu não consigo convencer o escorpião que toma conta do meu bolso a pagar tarifa cheia mais 100% para viajar para outros destinos mais badalados nessa época. Acredite, não é tão difícil achar bilhetes com bons preços para o RS no Carnaval. Você já procurou saber quanto custa uma passagem para Porto Alegre no Carnaval? E para Caxias do Sul?
  • Os preços de hospedagem, refeições e mesmo o aluguel do carro são bem razoáveis nessa época do ano. No Carnaval, o fluxo de turistas na Serra é da própria região mesmo. Quase ninguém vem de fora.
  • Minha mulher adora vinhos e todos os seus assuntos derivados. Eu sou um ótimo acompanhante no assunto. Fevereiro é época de colheita e as parreiras estão carregadas de uva. A paisagem fica linda, as vinícolas estão a todo vapor, o que faz do Carnaval uma época ótima para visitas.

    Parreiras da vinícola Valontano no Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves

  • O tempo é sempre muito bom na região Sul durante o Carnaval. No Sudeste, já não dá pra garantir, eu nem arrisco mais. Lá na Serra (note a intimidade), no verão, costuma ser bem quente durante o dia, mas à noite sempre dá uma esfriada gostosa para dormir. Delícia!
  • É a maneira mais fácil de sair do Brasil no Carnaval, eu não conheço outro lugar onde a segunda feira de Carnaval ainda não foi emendada como feriado. Em Bento Gonçalves e região, o comércio abre normalmente, o feriado acontece apenas na terça e seu caráter é mesmo religioso 🙂 .

  • Pousada Don Giovanni na vinícola do mesmo nome em Pinto Bandeira, distrito de Bento Gonçalves.

    O engraçado é que a gente não havia se dado conta de que a Clara adoraria pular o Carnaval na Serra Gaúcha. A tranqüilidade dos passeios, a natureza, o ritmo, tudo é perfeito para uma viagem com bebês, ela adorou, mas já avisou…

    “Eu só vou com vocês até chegar à adolescência”