Arquivo da tag: Provence

“Uma semana na Provence”

lourmarin.jpg

Bem mais sucinto do que o famoso livro, este post é para quem tem uma semana ou apenas alguns dias na Provence. Vale para todos os mortais, com exceção do Peter Mayle.

Montei uma lista de vilarejos e cidades mais legais para colocar num roteiro entre Vaucluse e Bouches-DU-Rhone.

Dica especial para os vilarejos pequenos é visitá-los no dia e horário da feira. Estará mais cheio, mas será bem mais animado.

lourmarin-ii.jpg

• Les-Baux-de-Provence – Feira às quintas. O mais famoso vilarejo da Provence. Menos por conta da bauxita, mais pela pedra calcária, o vilarejo tem um tom bege quase branco. Muito lindo. Visite as ruínas do castelo e não deixe de conhecer a principal das atrações: Cathedrale d´Images.

• St Remy de Provence – Feira às quartas, mas como St Remy já é uma cidade maiorzinha você pode ir em qualquer dia da semana. Funciona como parada para quem vai a Les-Baux-de-Provence.

• Aix en Provence – A maior cidade da região. Ótimo astral. Melhor comércio da região é um lugar gostoso para ver lojas, especialmente as de alimentos. Ótima para dar uma variada quando cansar dos vilarejos e aldeias. Melhor opção de hospedagem se viajar sozinho.

• Gordes – Feira às terças. Linda vila medieval sobre uma montanha. Bem pequenininha, então, vá no dia da feira. Não deixe de apreciar a vista da cadeia de montanhas do Luberon lá de cima. E se você for durante o verão, não deixe de passar na Abbaye de Sénanque que fica bem perto. Lá, os campos de lavanda foram fotogenicamente plantados para você tirar aquela foto!

lourmarin-iii.jpg

• Lourmarin – Feira às sextas. A feira desta vila é das mais famosas da região. Vem muita gente de longe. Fica bem ao meio das montanhas do Luberon. Cenário de cinema. Bem animada. Fique para almoçar. Lourmarin é o vilarejo favorito do Gira Mundo.

• Isle-sur-la-Sorgue – Feira aos sábados. A especialidade da feira são as antiguidades. Nada muito barato, mas faz muito bem aos olhos. A cidadezinha é toda cortada por canais e o centro fica numa ilhota sobre o rio. Entendeu o nome agora? Francês é bico! Literalmente.

• Roussillon – Feira às quintas. Este vilarejo é todo ocre, extraído dali mesmo. Bem diferente de todas as outras vilas da região!!!! Será? Nem tanto, assim como os outros, também fica sobre uma montanha. Lógico! Visite no final de tarde quando a luz dá um efeito mais legal no tom ocre das construções.

Acho que encerro o Giro pela Provence aqui. Até a próxima, na Borgonha.