“Tio”-filósofo Sócrates ensina a viajar com bebês

De repente, bateu uma insegurança:

      palazzodelquirinale.JPG

    “Será que nossa coragem em sair mundão afora passeando com a pequena Clara à tiracolo, ainda tão pequenininha, poderia ser explicada pelo nosso total desconhecimento sobre o universo infantil e seus riscos?”

A Clara, a gente sabe, não tem noção de perigo, mas será que os pais dela também não têm? Faz sentido, afinal, somos pais-em-treinamento, a inexperiência é a nossa marca!

Resolvi jogar duas palavrinhas, ignorância e coragem, no Google e achei esta frase forte num texto filosófico que debate as visões de Sócrates e de sofistas e que acabou por me devolver a auto-estima!!!

“Covardia é ignorância do temível, coragem é sabedoria”.

Não fui eu quem disse, foi o filósofo Sócrates! Sim, é verdade. Esse grego já sabia tudo sobre viagem com bebês. Coragem é uma virtude que se aprende com o conhecimento do que está por vir. Eu constatei rapidinho que os passeios que deram mais certo na viagem, foram justamente os mais planejados. Foram aqueles em que a gente sabia de todos os detalhes: a que hora sair, aonde ir, como e quando voltar.

A verdade é que passeios “Alegria, Alegria” normalmente não funcionam com bebês. Caminhando contra o vento, sem lenço sem documento

Em casa, com alguma experiência em viagens, a gente já havia conseguido antecipar várias situações, mas outras a gente aprendeu mesmo “na raça”. Foi a Clara que nos ensinou e mostrou os limites, inclusive para que chegássemos à conclusão de que tudo gira mesmo em torno da:

Lei Universal da Mamada

      mamandonapracabratislava.JPG

    O ciclo de mamadas precisa ser respeitado para conforto do bebê. A vida dos pequenininhos gira em torno de comer, brincar, trocar fraldas (eca de novo!) e dormir.

    Este ciclo se repete várias vezes ao dia. Quando o bebê nasce, o intervalo das mamadas é de cerca de 3 horas e depois vai aumentando pouco a pouco, qualquer pai sabe disso.

    Na teoria, dá pra fazer todo o ciclo, uma ou várias vezes ao dia, fora de casa. Brincar/estimular o bebê é sempre possível e gostoso em qualquer lugar, mas mamar sempre num banco de praça, restaurante ou parque e dormir no carrinho o dia inteiro podem ser cansativos para o bebê e para os pais também. Com isso em mente, surgiram várias idéias:

Idas e vindas

      viaboccadileone.JPG

    Em Roma, qualquer saída do hotel já é um programão!

    É importante que os passeios sejam de curta duração e distância. Assim, entre eles, no hotel, a gente descansa um pouco, troca fralda, coloca o bebê para um cochilo, dá banho, etc.

Passeios sem escalas

coliseu.JPG

    Passear sem destino com bebês só funciona se o objetivo for esse mesmo, não chegar a lugar nenhum. Isso é uma delícia, devo dizer, mas se há algo que você queira ver, então é melhor ir direto ao ponto sem preliminares.

    O que você quer ver? “Eu quero ver o Coliseu”. Pois bem, então vá direto ao Coliseu com o bebê. Se der, depois de curtir o Coliseu, você estica o passeio dali para outro lugar, mas só se der! Garanta o seu passeio-objetivo original.

    Acho que vale a pena também tentar identificar um “ponto de escape”, um café, restaurante ou algum lugar no caminho ou no destino para usar como base em caso de necessidade. Se a coisa “apertar”, você corre pra lá, pede alguma coisa e se instala para cuidar do bebê. Assim, ninguém perde o passeio.

Vou de táxi…

      romadocarrinhodebebe.JPG

    Linda vista de Roma a partir do carrinho da Clara.

    Fizemos o uso do táxi sem medo de ser feliz para todos os lugares que não conseguimos chegar “de carrinho”. Algumas vezes fomos “de carrinho” e voltamos de táxi ou vice-versa.

    Táxi em viagem com bebês é o melhor exemplo de algo caro, mas que acaba saindo barato. Foi uma ótima surpresa. Todos os taxistas nos deram uma força com o carrinho, foram super pacientes, nenhum reclamou das curtas distâncias, valeu muito a pena.

    Em Roma, onde usamos mais o táxi, as corridas custaram em média 8 Euros. Bebês adoram passear de carro! É legal tentar entender como funciona o serviço de táxis da cidade antes de usá-lo. Em Amsterdam quase não precisa, mas a gente só arrumou um quando pediu por telefone. Em Viena, usamos pouco, mas é fácil e há pontos espalhados. Em Roma, o serviço de telefone não funciona, há pouquíssimos pontos, mas de forma geral, os carros vazios circulam bastante.

Faça chuva ou faça sol

      supercapadechuvatabajara.JPG

    Que tem que levar carrinho, fralda e mamadeira, a gente já sabia. Mas também é fundamental levar uma capa de chuva para carrinho e uma sombrinha (que eu não levei e me arrependo).

    É difícil adivinhar o tempo em cada lugar, a gente não conhece. Em Amsterdam, o tempo estava bom, estávamos numa loja de brinquedos e ficamos uma meia hora lá dentro. De repente, quando saímos, o mundo estava para cair na nossa cabeça. Antes que pudéssemos chegar ao hotel, começou a chover e se não fosse a super-capa-de-chuva-Tabajara-para-carrinho-de-bebês, o nosso passeio teria sido um mega-desastre. Com a capa, a Clara chegou como se nada tivesse acontecido.

    Sem a sombrinha, em alguns dias, eu precisei ficar procurando o lado certo da rua para empurrar o carrinho para desviar do sol forte.

Jante com as galinhas

      restaurante-ufo-bratislava.JPG

    Se nós não fossemos latinos, este item nem precisaria existir mas como, na nossa cultura, o hábito é jantar tarde, eu preciso dizer que é complicado jantar fora com bebês. Normalmente, depois da última mamada, o bebê vai para o berço até o dia seguinte, então, é chato carregar o bebê para um restaurante e depois no “meio da noite” colocar no berço. Nós achamos duas opções que funcionaram:

    1) O famoso “jantar de supermercado” feito no quarto do hotel. Na Europa, é uma solução quase imbatível, um prazer. E é tão econômico quanto conveniente e gostoso numa viagem com bebês. Dá pra arriscar um room service também, se disponível no seu hotel;

    2) Jantar “com as galinhas”: escolha o restaurante e faça uma reserva por volta das 6 da tarde. Avise que você estará com um bebê e sua mesa será especialmente colocada para estacionar o carrinho. Você vai pegar o restaurante antes de encher e quando o jantar terminar, você volta para o hotel, dá de mamar e coloca o bebê para dormir.

Vacina contra antipatia

amigadaclaraemviena.JPG
Esta senhora, muito simpática, bateu um papão com a Clara, só elas se entenderam… em Alemão…

    Há coisas que só um bebê faz por você e esta é uma delas… Uma das grandes delícias da viagem com bebês é descobrir o quanto você é simpático e não sabia.

    Não há cara amarrada ou mal humor que resista ao sorriso, olhar ou a simples presença de um bebê. Todo mundo dá uma força, você conseguirá ajuda e será bem recebido em todos os lugares.

O Mundo sorri para os bebês.

67 Respostas para ““Tio”-filósofo Sócrates ensina a viajar com bebês

  1. Mais um texto fantástico no seu blog!Desta vez não vou poder aproveitar as dicas porque o meu Francisco já tem 12 anos!Bem maior do que a Clarinha…Também viajamos com ele desde pequeno e já está a ficar fanático das viagens tal como os pais!
    Escrevi resposta sobre a Madeira no meu Blog.Espero sua visita!
    Margarida

  2. Jorge Bernardes.

    Gostamos das dicas, qdo tivermos nene sera muito util…

    Obrigado pela visita ao nosso blog e seja bem vindo.
    Vamos linkar o seu blog la tambem.

    Respondemos seu comentario la…
    Abracos

  3. Jorge
    Ainda bem que a minha resposta foi útil!
    Se quiser saber opiniões sobre as dezenas de hoteis no Funchal vá a http://www.tripadvisor.com
    Lá tem comentários e fotos de muitos viajantes que já tiveram a oportunidade de viajar até á mais linda cidade Portuguesa!
    Nós já experimentámos o Crown Plaza e o Madeira Regency Palace e os dois são muito bons!
    Pode também informar-se sobre a possibilidade de ver os fogos apartir do mar.Quando o fogo de artificio é lançado á meia-noite ,há imensos barcos no mar e a vista então é deslumbrante.É considerado o maior fogo de artificio do mundo!!
    Margarida

  4. Eu quero saber o que a vovo Gira mundo falou desse saco plastico no carrinho da nene coisa-mais-linda-e-fofa-e-viajada-e-deliciosa? Eu fiquei apavorada !!!!!

  5. Morro de rir com seus textos, pois fico me imaginando com a Victoria. O mais engracado foi a Clara e a senhora da foto conversando… em alemao…

    Um beijao na Clara que eh linda demais!!!!!

    ps-Sombrinha eh o que nao falta pela Europa he, he. Nao sei o seu roteiro, mas se vier para a Inglaterra uma loja boa eh a Mother Care.

  6. Tô gostando de ver, Jorge. Pais exemplares. Parabéns!

    Esse post me fez lembrar de um adesivo que vi colado em um carro onde se lia: “Conheça a Vida Selvagem: Tenha Filhos”.😀

  7. Jorge B,

    Tener hijos es una experiencia muy divertida, generosa y vital. Con los hijos las prioridades cambian durante unos años.

    Una amiga siempre me dice: dejas de ser hija cuando eres madre. Es el impulso humano de continuar más allá.

    Clara es un bebé hermoso y querido.
    Es emocionante y tierno comprobar cómo você quiere a sua filha.
    Buenos viajes a la familia!!!

  8. Pingback: Europa de carrinho « Viaje na Viagem

  9. Então a Clarinha, além de viajante precoce, já é poliglota?!?😆

  10. Jorge, virei fã do seu blog! E da Clarinha!
    Quando minha filhota tinha 4 meses fui pra Disney com toda a família e foi maravilhoso! Ela mamava no peito, dormia no carrinho ou no canguru (que ela amava!) e dava pouquíssimo trabalho. Todo mundo achou que a gente era louco, mas a viagem foi um grande prazer.

  11. O mundo sorri para os bebês é demais!😀
    E sorri mesmo!🙂

  12. Jorge, o seu texto está DEMAIS do princípio ao fim !! Legal que vocês fizeram a programação adaptada à ela, e não ao contrário. Vocês tiveram coragem e sabedoria.😉
    Jantar às 6 da tarde, conta onde ? Antes de 7 não vi nenhum restaurante servir jantar.
    E ainda conseguiram ver o Coliseu !
    Clara está linda !!
    beijos nas duas😆

  13. Nós também aprendemos a “jantar com as galinhas”. Chegamos cedo (bem mais cedo do que estávamos acostumados) para jantar e não corrermos o risco da Luísa se estressar nem estressar os outros (normalmente isso não acontece mas imprevistos acontecem, principalmente qdo se tem crianças).
    Já qdo saímos p/ almoçar, gostamos de ir mais tarde, pq aí ela já almoçou em casa e provavelmente adormece no carro, depois é só passá-la para o carrinho (com cuidado, claro) que ela continua dormindo a sesta e nós almoçamos sossegados. Isso no dia a dia.
    Pq em viagem, os horários ficam um pouco trocados. Mas, ela se adapta numa boa.
    Aliás, criança tem uma facilidade de adaptação impressionante. Não é mesmo?
    Bjo na Clarinha.

  14. E agora com todo o respaldo filosófico socrático! Chique, não?
    Abração em vc e sua esposa e bjs na Clara!

  15. Patsy, a capa é especial para carrinho, você precisa ver, tem uns furos na lateral pra entrar ar, é profissa.

    Flavia, acho que não deve ser difícil achar essa sombrinha aqui não, é que nós nunca havíamos pensado nessa necessidade… Mas pra próxima viagem, eu arrumo uma de qualquer jeito.

    Carmen, nós temos uma amiga que sempre diz que se tornou uma filha melhor depois que virou mãe, aprendeu a dar mais valor à mãe dela… Acho que as duas estão certas.

    Carla, vc viu que eu linkei o seu blog no item “Idas e Vindas”. Não podia deixar de fazer referência…

  16. Mara,

    Eu aposto que naquela época, algum espírito de porco deve ter perguntado que brinquedo que sua filha aproveitou na Disney… Aposto, tá cheio de gente chata por aí… Obrigado pela visita.

    Majô

    Incrível, mas em Amsterdam os restaurantes ficam cheios para o jantar às 18:30. No primeiro dia, não fizemos reserva e tivemos que voltar para o hotel para comer lá pois o “prazo de validade” da Clara iria acabar até que conseguíssemos achar um restaurante. Na Itália, nós não jantamos fora, ainda estávamos nos ajustando ao fuso horário…

  17. Jaqueline,

    Eu acho que a Luísa e a Clara poderiam ser grandes amigas…você tem razão, criança se adapta fácil desde que sinta segurança dos pais…

    Arthur, Zé, Mô Gribel, obrigadão. A fotoblognovela (como diz o Riq) não acabou ainda não, faltam vários capítulos…

  18. A série continua ótima Jorge! Show de Bola!

    Abs!

  19. Eu tô besta com esse texto delicioso, bem-escrito e com ótimo humor! Jorge, cada vez você está se superando😀
    Fabuloso, ótimo para recém-tornadas e futuras mamães e papais. Acredito que vocês tenham aproveitado muito mesmo, pois afinal vocês puderam passar bastante tempo com a Clara e ainda vendo esses lugares lindos como brinde😉
    Parabéns e um beijo para as duas moças!

  20. Jorge,
    a Clara está muito linda! Seus textos são ótimos; sua segunda carreira já está definida🙂

    Quando viajei pela Europa me chamava a atenção a quantidade de carrinhos de bebê com capa de chuva! Aqui, eu nunca tinha visto um. Foi quando me toquei que brasileiros não carregam seus filhos para todo o lugar. Ou andam de carro, ou deixam em casa com alaguém, ou não saem… O europeu não tem com quem deixar e como usa mais transporte público, se explica a quantidade de carrinhos paramentados!

    Acho o máximo a opção de vocês! Demonstra a maturidade e o bom humor e alto-astral do casal. Nada de deixar de fazer o que gosta e jogar a culpa no bebê. E nada de jogar a responsabilidade para os avós.

    Vocês estão de parabéns, mas saibam que uma grande dose da responsabilidade da empreitada é da Clara. Acreditem que vocês foram abençoados, pois alguns bebês , por mais encantadores e queridos que sejam, simplesmente não servem para este tipo de programa…

  21. Nossa, que post legal! Onde é que eu assino?
    O meu Lucas já está com mais de 2 anos, mas já viajou um bocado pelo mundo. Eu acho mais complicado agora do que quando ele era menor. Agora que ele anda e não quer ficar no carrinho, o desafio é decidir onde ele pode andar de mãos dadas com a gente sem risco e onde ele tem que ficar no carrinho. Outro desafio é almoçar/jantar com ele, já que existe tanta coisa nova lá fora e ele não quer perder nada ficando sentado num mesmo lugar por muito tempo. Fora isso, não tem nada que não dê pra fazer com eles, né!
    Obrigada pela boa leitura!

  22. Eu tenho o Adriano de 4 meses e esse seu texto me encorajou a viajar com ele!

  23. Emilia, Marcio, Lena, Daniele, Daniela, muitíssimo obrigado.

    Lena, realmente, você tem razão, a Clara é uma ótima companheirinha de viagem. Ela merece todos os elogios…

    Daniele, agora que você tomou coragem, vá em frente!!! Não é tão complicado quanto parece.

    Daniela, eu estou pensando na próxima viagem com a Clara e já estou começando a ver que não vai ser assim tão simples… acho que a Clara não caberá mais no berço! Vou passar no seu blog para espiar as suas dicas. Obrigado.

  24. Jorge, realmente vai ficando mais complicado, mas eu espero que nos próximos anos essa tendencia seja revertida e que meu filho fique um pouco mais independente. O segredo pra viajar com uma criança maiorzinha, na minha opinião, é ter bastante entretenimento, na forma de brinquedos, adesivos, livros, tudo bem barato e descartável, pq dentro de avião e aeroporto essas coisas se perdem mesmo. E viajar de noite quando possível.
    Eu moro em Londres há um ano e já fiz o trajeto Brasília-SP-Londres ou o inverso sozinha com o Lucas por 3 vezes. É exaustivo, mas dá pra fazer. Estou me preparando pra fazer de novo em dezembro.
    Passa mesmo lá no blog, tenho impressão de que ainda vamos trocar muita idéia sobre esse assunto!
    Abraço…

  25. Deixei resposta sobre o Funchal no meu Blog!
    Beijinhos
    Margarida

  26. Jorge

    Estive pesquisando no site da TAP ( http://www.flytap.com) e da SATA(www.sata.pt) e tem vários vôos disponiveis Lisboa-Funchal para as datas que está procurando!!
    Talvez na agência de viagens não apareçam porque procuram directamente S.Paulo-Funchal e por isso não aparecem todos os vôos diários ( tem 4 ou 5 todos os dias!!)só aparecem os que fazem ligação directa.
    Talvez valesse a pena dar uma olhada nos sites das companhias aereas e marcar directamente.
    Eu marco sempre as nossas viagens pela net e sempre correu tudo bem!!

    Também estive a verificar a localização do hotel que gostou e afinal não é dos que ficam mais longe,fica talvez a 2 ou 3 km do centro!!

    Margarida

  27. Pô Gira, tu te supera hein velho?! Cada post mais bonito que o outro, e com fotos e relatos da Clarinha muito emocionantes…

    Como se expressa e fotografa bem essa guriazinha, hein?!🙂

    Demais cara, demais mesmo… não canso de dizer!

    Grande abraço, e beijo nas meninas.

  28. Daniela, então o Lucas já tá quase ganhando uma passagem grátis! Vou passar no seu blog sim.

    Diogo, eu estou trabalhando como um burro velho. Queria poder atualizar meu blog com mais freqüência… Tá difícil. Obrigadão amigo e saiba que você é o padrinho do Pato Juca!

    Margarida, vou te responder lá no seu blog!

  29. Jura?? Hahahahahahahahaha, que honra!!!!

    Sou dindo rapá!!! Te mete…😎

    Responda agora, hein?! Manda o meu afilhado pra cá passar um finde comigo pra ver se eu não te devolvo ele com PhD, hehehe!!

    Curti abessa Gira, valeuzão!!

  30. Jorge,
    A resposta à resposta está lá no meu blog.

  31. Olá Jorge! Parabéns pelo seu blog, estou tendo uma aula de como viajar bem com bebês. Sou totalmente adepta desta filosofia, filho tem que participar, não pode nos privar (e nem ser privado) das melhores coisas não.

    Estive uns dias ausente do meu blog e (vergonhaaa) só vi hoje o seu comentário sobre a Ilha da Madeira no reveillon. Me conta mais dos planos de vocês, fiquei curiosa! Clarinha vai também?

    Beijos para vcs.

  32. Jorge,

    Bão demais!!

    Falar mais o que?

    O Bom é que vem mais capítulos, mas vou ter que esperar….

  33. Oi Jorge!
    Dei uma sumida do VnV, que boa noticia ler esses posts sobre sua viagem à Itália com a pequena Clara! Estou nas últimas semanas de gravidez, Sofia deve chegar logo! E com dois meses… ela embarca conosco para Punta del Este! Já li aqui várias dicas valiosas mas queria ainda te perguntar uma coisa ou duas, pode? Se quiser, me escreva no lea _ dorf @ yahoo . com
    OBrigada e parabéns pelo relato super inspirador!

  34. Jorge:

    Está muito legal essa saga da Clara pela Europa.
    Sabe o que eu usei muito, e acho mais fácil que carrinho em algumas situações? Aquela “mochilinha” de carregar bebês. Minha filha adorava, e enquanto eles são pequenininhos nem pesa tanto.

  35. Jurema,

    A Clara viajou com três meses e nós achamos que ela ainda não estava super firminha pra ficar no canguru muito tempo. A gente usou durante a viagem em algumas situações pra variar do carrinho. Ela adora ficar olhando tudo, então o canguru é ótimo… Mas acho que só na próxima viagem é que o canguru vai ser mesmo útil…Pra quem carrega é mesmo uma delícia ficar com ela junto do corpo…

  36. Olá Lea, li seu comentário no VNV também…
    Que legal que a Sofia já está chegando. Pode deixar que eu te mando um email pra você fazer suas perguntas sim. Tomara que eu possa ajudar!!!
    Os relatos das aventuras com a Clara continuarão por bastante tempo ainda, estou terminando os posts de Roma e ainda faltarão Viena e Amsterdam… Tem bastante coisa.

  37. Rodrigo, já estava sentindo falta do amigo por estas bandas…Obrigado pela “preferência”…🙂

  38. Olá Rachel,

    Sim, queremos passar o Reveillon na Ilha da Madeira… Parece que o clima é ameno e os fogos são bonitos. Tenho todas as minhas raízes em terras lusitanas, não faltam motivos para ir até lá, mas está muito difícil. Os hotéis já estão lotados e os vôos entre Lisboa e o Funchal estão tomados!!!! Loucura total, não pensava que fosse um destino tão disputado para o Reveillon…

    A Margarida, que posta no comentário acima do seu, está lá de Portugal tentando nos ajudar com várias dicas…

    E sim, se conseguirmos, a Clara vai junto sim!!!

  39. Jorge, que legal sua série de posts. Eu devia ter tido coragem pra viajar com a Bia qdo ela era pequeninha. Agora com 1 ano e 2 meses, vamos nos arriscar primeiro em Buenos Aires. Ainda tô meio perdida com as programações, mas acredito que vai ser mais fácil que na Europa.
    Alguma dica?

  40. Jorge: que tal divulgar seu texto numa revista feminina, tipo Marie Claire, vai fazer sucesso! E, parabens pela serie!! Legal ver como voce e um pai que curte!

  41. Só agora consegui chegar ao fim do post e ler todos os comentários. Vocês três são demais. Gostamos muito de todos e de tudo. Abraços e beijos.

  42. Ehh Beto, que é isso rapaz. A gente é só o suficiente🙂

    Ernesto, como é que vou publicar meus textos na Marie Claire? Olha até que poderia ser a revista da Clara, tem o nome dela…

    Cintia, Buenos Aires nesta época vai ser perfeita pra vocês. Clima bom, dias ficando mais longos, cidade plana, táxi barato. Acho que a Bia vai se encantar de olhar tudo quanto é penduricalho na feirinha de San Telmo, mas vá cedo pra evitar a aglomeração e o sol muito forte.

    Não sou um mega expert em BsAs. não, mas eu adorei andar pelas ruas de Palermo durante à tarde. Escolha um bom restaurante que você fosse para jantar e vá na hora do almoço com a Bia, você vai aproveitar mais.

  43. Ai que bom. Estou super animada!

    Não tô nem dando bola pros conselhos de deixar ela com os avós.

    Ontem vencemos a primeira batalha… tirar o RG. Descobri que se eu tivesse tirado com ela menor, teria sido mais fácil. Foi simplesmente um escândalo pra melar os dedinhos, ela teve um verdadeiro pânico!!! Depois vou relatar no meu blog.

    Tô pensando em fazer uma série sobre a viagem, pq a maioria das minhas amigas simplesmente surtou quando eu disse que levaria ela… todo mundo desaconselhou!

    Mas vamos que vamos… brigada!

  44. Jorge,

    Sensacional o blog! Parabéns!

    Vc ainda está na Itália, certo? Estou atualmente em Milão e preciso encontrar um apto para ficar, vc sabe me indicar algum lugar?

    Espero uma visita sua no meu blog: http://zemochileiro.blogspot.com !

    Um abraço,

    Boas viagens!

    ZÉ Mochileiro

  45. Jorge,
    Mais uma vez, parabéns.
    Só agora consegui ler o post inteirinho, com calma. Tu estás certíssimo. Essas são as regras universais de viagem com bebês.
    Em casa já havíamos programado o que fazer em cada dia de viagem. Qual metrô, qual caminho, quais lugares… e chegando na cidade visitada, revíamos o plano e fazíamos ajustes conforme necessário. Com a alimentação, como te falei antes, não tinha hora. Quando a Isabella queria a gente dava (leite, suco, comida, o que ela aceitasse – de acordo com o horário).
    Nosso transporte foi o metrô, em todos os lugares. Sem querer, eleito o oficial.
    Essa viagem também foi marcada por paradas em cafés e restaurantes. Presisa trocar a fralda? Dar mamadeira? Comida? Descansar? Entrávamos no próximo café ou restaurante que avistássemos – e, por sorte, não erramos uma! Café da manhã sempre foi no hotel (mesmo pagando extra) e em Praga jantamos as três noites no hotel – ainda bem que a comida era boa!
    Também foi uma delícia ver que o mundo sorri para os bebês (menos o atendente do bar do Ibis Mala Strana em Praga – era só a gente pedir pra esquentar uma mamadeira e ele começava a resmungar, no último dia já resmungava só de nos ver).
    Abraço

  46. Luciano, mandei um email agora pra ti. Vi suas fotos também, a Isabella é uma gatinha linda. Aliás, estão muito bacanas as suas fotos!

    Zé Mochileiro, essa viagem foi em Julho… hehehe quase em Novembro e ainda não terminei de postar, pai é fogo!!! Eu não conheço Milão. Toda vez que me empolgo pra incluir no roteiro, alguém me convence a tirar. Acho que ainda vou adorar Milão.

    Cintia, faça a série de posts sim e chame suas amigas pra dar uma “volta” aqui neste blog… Elas vão acabar mudando de idéia.

  47. Jorge

    Tem toda a razão em querer incluir Milão no seu roteiro!Eu adorei Milão!!!E olhe que já conheço uma boa parte de cidades italianas entre as quais a maravilhosa Roma e a lindissima Florença!!
    Adorei mesmo…quando lá for não esqueça de reservar na net para ir ver a Ultima Ceia de Leonardo DaVinci (muito poucos a conseguem ver!!) e de assistir a um concerto no La Scala,o mais famoso teatro europeu.

    Como vão os preparativos para o reveillon?
    Abraços

  48. Margarida, aqui no Brasil há um consenso em não recomendar Milão como destino na Europa, mas eu ainda hei de conhecê-la!!!
    Quanto ao Reveillon, tá quase tudo pronto. Passei pelo seu blog hoje.

  49. Jorge,
    Adorei o seu texto. Estou querendo viakar com meu bebê e todos dizem que sou louca. Fiquei mais animada depois que vi as aventuras da Clarinha. Parabéns pela coragem, e beijos na Clarinha

  50. Obrigado, Gabriela!

    Você não é louca!!! Você é normal!!! Você tem coragem. Seu bebê só precisa estar com você, sempre. Só isso.
    (acho que você precisava ouvir isso, não?) 🙂

    Obrigado pela visita.

  51. Acabo de descobrir o seu site através de um outro blog e achei a idéia fenomenal. Bom saber que é possível conciliar a maravilha de ter um bambino com o prazer de viajar. Parabens. Acrescentei voces no meu blog.
    http://brasilnaitalia.blogspot.com

  52. Jorge, você sabe qual a marca da capinha do carrinho? Vamos para Buenos Aires em maio e parece-me que chove nessa época. Queria deixar o pequeno a salvo da chuva…
    Amei seu post que até o coloquei nos meus favoritos.

  53. Tenho um filho de 01 ano, queria ir para o nordeste, tem alguma dica de viagem?

  54. Karina, escolha a viagem pelo seu interesse e não pelo do seu filho. Evite apenas lugares muito distantes da civilização ou com acesso muito difícil, isso é ruim, mas o resto qualquer lugar é lugar para o seu pequeno. Ele ainda é muito pequeno e ele curte mesmo é ficar com os pais, onde quer que seja…. Mais tarde, ele te ajuda a escolher algo para o interesse dele também.

  55. Raquel, a marca da capa é “First Years”

  56. Olá. adorei sei site. eu e meu marido somos atores e diretores de teatro e viajamoas pelo mundo fazendo pecas. Temos uma filha de três anos (Elena) e otura de 5 meses (Antonia) e nosso próximo destino é Udine e Roma na Italia e Reims na Franca. Viajamos com elas desde sempre e adorei suas dicas. Queria saber se você tem dicas de programas ou hospedagens legais pra crianças e bebes nesses lugares. E se você sabe se na Europa existem colonias de férias para criancas pra botar a maior(já que ficamos duas semanas em cada lugar e …trabalhando). Obs-viajamos com nossa super babá descolada-Nicole. Obrigada e parabéns

  57. Olá adorei seu Blog e ando preocupado pois tenho um bebê de 10 meses e o ano que vem pretendo viajar com ele para a Espanha na época ele terá 1 ano e meio mas, estou preocupada pois ele é um pouco sistemático com os horários e tenho medo de ele chorar muito no avião. Amigo me dá umas dicas? obrigado

  58. Susete, aqui mesmo no blog há alguns posts com dicas sobre viagem de avião com bebês. Clique no menu,” viagem com bebês” e passe pelos posts, você vai encontrar. Se ele dorme bem durante a noite, tome um vôo noturno que já te ajudará com 70 por cento das dificuldades.

  59. Prezado Jorge Bernardes
    Desde antes do nascimento da minha filha Elisa eu pensava em fazer um blog sobre ela, e agora que ela está com 3 meses comecei a pesquisar dicas para fazermos nossa primeira viagem com ela, e a visita ao seu blog inspirou-me e encorajou-me a fazer as duas coisas: viajar com a Elisa e inaugurar, finalmente, um blog sobre ela. Pois bem, acho que vamos conhecer as Serras Gaúchas em janeiro, e nasceu ontem o blog “E agora, mamãe?” no endereço http://www.maedaelisa.wordpress.com. Iniciante que sou, tenho investido grande parte do meu tempo “livre” na pesquisa para aprimorar meu blog, e gostaria muitíssimo de poder contar com algumas dicas suas, pois não consegui até o momento colocar a janelinha para pesquisa por categorias, e muito menos disponibilizar na página inicial outros aplicativos que vi no seu blog e em vários outros que venho visitando. Se puder me ajudar, ficarei ainda mais grata. Um grande abraço, Luciana (Mãe da Elisa).

  60. Oi Jorge, tudo bem?? Estava navegando na net procurando algo sobre viagens de bebes, qd vi su blog. Estamos programando uma viagem p Espanha para maio do ano q vem, com nossa filha, Clara, por sinal.. q estara com 1 ano e 8 meses. O q vc acha? Ela aproveitara tb? Meu irmao mora em Barça e ficaremos na casa dele. De la pensamos em viajar p Paris, Italia, Portugal. Queria uma dicas sobre viajar com bebes e tb o q seria legal visitar nestes paises.
    Adorei seu blog! Bjs na sua Clara!

  61. Jorge,
    Primeiramente parabéns pelo seu blog!! Eu e meu marido temos um estilo de vida muito parecido com o de vcs e agora temos uma princesa de 4,5 meses chamada Gabriela. Estamos programando nossa primeira viagem com nossa pequena para Paris ou Orlando ( cidades que amamos)!! Obrigado pelas dicas!!
    Pergunta: O Pato Juca é inflável??
    Um [ ],
    Lucia Napolião

  62. Olá, amigo viajante!
    Espero que leia meu cometário, apesar de set tão depois do seu post. Encontrei seu blog através de pesquisas de como viaajr com bebes e achei sensacional. Vamos semana que vem para a Italia e todos dizem que somos loucos em levar um bebe tão pequeno (ela vai fazer 6 meses em Roma!).

    Gostaria de perguntar algo … técnico: como vcs esterilizavam a mamadeira??? Apesar dela mamar no peito durante o dia, quero introduzir a mamadeira ao meio dia para ser mais rápido e menos invasivo… mas como esterilizo a mamadeira no hotel? Eu não tenho coragem de dar para o pessoal da cozinha fazer isso… rsrsrs…

    Bem, é isso! Também vamos fazer um blog com esta viagem (a primeira, sem a baby, foi para a Argentina / Chile / Uruguai…)

    Obrigada! E boa próxima viagem!!!

  63. Olá, colega

    Adorei o blog e as dicas e admiro principalmente sua coragem!!! Mas pensando bem, o lugar mais seguro para um bebê é ao lado dos seus pais, seja onde for. Estamos com um bebê de um mês e meio e estamos programando uma viagem para quando ele tiver uns dez meses. O que vc recomendaria? Descartamos Itália e Buenos Aires, que já conhecemos. Por favor, responda. Suas dicas são muito importantes para nós, pais, que adoramos viajar e acreditamos que quando nasce nossa cria estamos fadados a “mofar” em casa.

  64. Oi gente, algum de vcs ja vi ajou para o Deserto do Atacama com seus bebes ?? Por favor, preciso de testemunhos, para decidir minha viagem com minha bebe de 1 ano. bjssssss

  65. Olá! A clara tinha quantos meses quando vocês fizeram essa viagem?

    • Olá! Ja vi nos comentários acima. Tres meses ne?! Eu e meu marido amamos viajar e faremos nossa primeira viajem com nosso bebe que ira estar c seis meses! Vamos visitar a Disney! Tenho pesquisado dicas e informações na internet e amei seu blog! Confesso que Tb busco coragem lendo posts como os seus porque so o que existe nesse mundo sao pessoas pra nos desencorajar!

      • Nao posso deixar de comentar: ja ouvi varias vezes – o que é que teu filho vai aproveitar na Disney?! (Vi seu comentário acima!)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s